Quais concursos da Marinha aceitam mulheres? Veja a lista!

A Marinha oferece vagas para mulheres através de concurso e processo seletivo. Veja quais, com opções para carreira militar e civil.

*Matéria atualizada em 04/07/2019 às 15h50

O dia 7 de julho marca as comemorações do Ingresso da Mulher nas Fileiras da Marinha do Brasil. Entre as Forças Armadas Brasileiras, a Marinha foi a primeira a admitir mulheres em suas fileiras. Porém, a trajetória feminina nos concursos militares foi evoluindo ao longo dos anos.

Especificamente na Marinha, as mulheres começaram a ingressar em 1980, quando foi criado o Corpo Auxiliar Feminino da Reserva da Marinha (CAFRM).

Em 1997, a Lei nº 9.519 reestruturou os corpos e quadros de Oficiais e Praças da Marinha (LRCQ), além de extinguir o CAFRM e ampliar a participação da mulher nas atividades da Força Naval.

Para celebrar os 39 anos deste marco, FOLHA DIRIGIDA lista as possibilidades de carreira para as candidatas. Existem duas formas de ingresso da mulher na Marinha do Brasil: por concurso público, para quem deseja estabilidade na carreira, e através de processo seletivo para o Serviço Militar Voluntário (SMV). Neste casos o vínculo temporário é renovado anualmente, podendo chegar a oito anos.

Concuro Marinha (Foto: Divulgação/ Marinha)
 Marinha tem concursos e processos seletivos para mulheres
(Foto: Divulgação/ Marinha)


A mulher militar de carreira concorre à progressão hierárquica em absoluta igualdade de condições com os homens. Em novembro de 2012, foi assinada a promoção da primeira mulher a ocupar um cargo de oficial general das Forças Armadas  Brasileiras, a contra-almirante, Dalva Maria Carvalho Mendes.

No dia da Marinha, confira a situação dos concursos 2019

Segundo a Marinha, como parte do contínuo processo de atualização e aprimoramento da administração do seu pessoal, a Força Naval admitiu, em 2014, a primeira turma de aspirantes femininas da Escola Naval.

Em 2018 foi a vez do Corpo da Armada (CA) e o Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do concurso Escola Naval abrir as portas para as candidatas. Com a novidade, a partir de 2019 as mulheres poderão fazer parte da atuação operativa da Marinha do Brasil, indo ao combate junto com o pelotão em operações em terra e exercendo funções como servir a bordo de navios, além de conhecer outros portos e países. 

Confira a lista de seleções que as mulheres podem se candidatar:

Por concurso público - estabilidade na carreira

Nível médio
Escola Naval 
Sargento Músico do Corpo de Fuzileiros Navais

 Nível médio/técnico
Corpo Auxiliar de Praças (CAP)

Nível superior
Corpo de Engenheiros da Marinha (CEM)
Corpo de Saúde da Marinha (CSM - Médicos, Cirurgiões-Dentistas e Apoio à Saúde)
Quadro Técnico (QT)
Quadro Complementar de Oficiais Intendentes (QC-IM) 
Quadro de Capelães Navais

Processo seletivo do Serviço Militar Voluntário

► Níveis fundamental com Curso de Formação Inicial Continuada (C-FIC) e médio/técnico
Corpo de Praças da Reserva da Marinha (CPRM)

► Nível superior
Corpo de Oficiais da Reserva da Marinha (CORM) dos quadros referentes às profissões, tais como Quadro de Engenheiros, de Médicos e Veterinários, Dentistas, Apoio à Saúde, Quadro Técnico (QT) e Técnico-Magistério.

Concurso público para carreira militar: escolha o seu!



Comentários