Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Para conter crise, Governo do Ceará nomeia 593 agentes de segurança

Para conter crise, Governo do Ceará nomeia 593 agentes de segurança

Uma das medidas para conter a crise de Segurança Pública no Ceará foi a nomeação de 593 PMs e agentes penitenciários.

Nos últimos dias, o Ceará registrou uma série de ações criminosas, sobretudo na Região Metropolitana de Fortaleza. Para conter a onda de violência, o governador Camilo Santana adotou algumas medidas. Uma delas foi a antecipação da nomeação de 593 agentes de segurança. O chefe do executivo estadual determinou a nomeação imediata de 220 novos agentes penitenciários, antes previstas para março.

Além disso, serão nomeados 373 policiais militares, já formados, para atuação nas ruas. O Governo do Ceará ainda solicitou ajuda da Força Nacional de Segurança, Exército e Força de Intervenção Penitenciária Integrada (FIPI) para trabalhar em conjunto com os profissionais cearenses.

Entre as ações, ônibus, vans do transporte alternativo e seis carros do Departamento de Trânsito foram incendiados e o fogo atingiu também a rede elétrica. Criminosos também tentaram derrubar o viaduto na BR 020. Na penitenciária da Região Metropolitana, presos provocaram tumulto.

Camilo Santana determina a nomeação de quase 600 novos agentes
de segurança (Foto: Governo do Ceará)

 

De acordo com o governador, o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, se colocou à inteira disposição para o apoio necessário.

“Sobre as ações criminosas registradas no Ceará nas últimas horas, informo que todas as medidas estão sendo adotadas pelo Governo do Estado, através das nossas Forças de Segurança, para proteger a população e coibir a ação dos criminosos. Determinei reforço de policiamento nas ruas desde a madrugada e, logo após as ações, nove pessoas foram autuadas e outras três estão sob investigação”, disse o governador em sua página no Facebook.

O concurso para agente penitenciário do Ceará foi realizado em 2017. Com oferta de mil vagas, a seleção registrou mais de 78 mil candidatos.

Já o concurso PM-CE ocorreu em 2016. A Polícia Militar abriu 4.200 vagas imediatas mais 800 de cadastro de reserva para o cargo de soldado. Com a convocação de todo o cadastro, serão 5 mil novos servidores para a Segurança Pública.

Concurso PM-CE: governo estuda novo edital para soldado

Um novo edital poderá ser publicado pela Polícia Militar do Ceará. A informação foi passada pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, em sua página do Facebook, em outubro de 2018. Segundo o chefe da pasta, o governo poderá iniciar os preparativos para um novo concurso de soldado.

A pendência para que isso ocorra é a definição sobre o último concurso da carreira. A Procuradoria Geral do Estado (PGE-CE) analisa se novas turmas do concurso PM-CE de 2016 poderão ser chamadas ou não. 

"Estamos aguardando definição da PGE sobre o chamamento de novas turmas do atual edital. Caso não seja autorizado, trabalharemos em um novo edital",  afirmou o secretário na rede social. 

O secretário ainda explicou que o governo está investindo e trabalhando para que a turma quatro dos praças da PM, concurso de 2016, aconteça e para que seja concluída o quanto antes.

Outros concursos previstos no Ceará para 2019:

► Polícia Civil
► Pefoce

No vídeo abaixo, saiba mais sobre o curso de formação dos aprovados em concursos de Segurança: 




Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações