Folha Dirigida Entrar Assine

João Doria quer 21 mil vagas em concursos na Segurança de São Paulo

Após ter sido eleito governador de São Paulo, João Doria deu entrevista e prometeu realizar novos concursos para a Segurança.

Eleito governador do Estado de São Paulo no último domingo, 28, João Doria prometeu aumentar o efetivo e realizar novos concursos para a Segurança Pública, que será uma das prioridades de seu governo. Ao todo, ele quer preencher 21 mil vagas para as Polícias Militar e Civil.

Em entrevista ao programa Bom dia São Paulo, o ex-prefeito da capital disse que o objetivo será melhorar ainda mais a qualidade da segurança e, por isso, fortalecerá o efetivo das corporações. Ele prometeu ainda melhorar a condição salarial dos policiais.

Do quantitativo anunciado por João Doria, 13 mil vagas seriam destinadas a Polícia Militar e 8 mil vagas para a Polícia Civil. Ele quer integrar as polícias, além de agregar também as Guardas Municipais, considerando ser uma "força tarefa importante". 

"Vamos obviamente aumentar o efetivo da Polícia Militar abrindo novos concursos. Já faz tempo que a PM não abre para novos concursos. Temos um contigenciamento de 13 mil policiais militares e 8 mil policiais civis. Então também vamos prestigiar a Polícia Civil, contratando e recolocando nas delegacias os delegados, os assistentes os escrivães", disse Doria.

João Doria concorreu ao cargo pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e venceu o atual governador do Estado de São Paulo, Márcio França, do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Doria promete concursos para a segurança de São Paulo (Foto: Prefeitura de Sorocaba)
Eleito em SP, Doria promete novos concursos para a segurança pública
(Foto: Prefeitura de Sorocaba)

Em 2018, corporações abriram concursos com 8.150 vagas

Embora durante a entrevista o novo governador tenha afirmado que a Polícia Militar não abre concursos faz tempo, essa informação não procede. A corporação é conhecida por realizar novas seleções todo o ano para mais de 2 mil vagas.

Em dezembro, o governador em exercício Geraldo Alckmin autorizou 5.400 vagas para a carreira de soldado, para provimento em duas etapas. Durante o ano de 2018, a corporação divulgou dois editais, sendo cada um deles com 2.700 oportunidades para a carreira que exige apenas o nível médio.

O primeiro edital para soldados da PM-SP foi divulgado em março, enquanto o segundo documento foi publicado em julho desse ano. Ambos estão em andamento e sendo organizados pela Fundação Vunesp, que tem a tradição de comandar os concursos da segurança de São Paulo.

A Polícia Civil de São Paulo também realizou recentemente concursos públicos para vários cargos. No total, foram 2.750 vagas oferecidas por meio de sete editais para vários cargos: agente de polícia, auxiliar de papiloscopista, agente de telecomunicação, papiloscopista, escrivão, investigador e delegado.

Comentários