Concursos PM e Polícia Científica-SP: Doria autoriza 1.039 nomeações

Em entrevista coletiva, o governador João Doria anunciou a nomeação de 1.039 aprovados nos concursos da PM e Polícia Científica-SP.

O governador de São Paulo, João Doria, autorizou a nomeação de 1.039 aprovados em concursos de segurança. Desse quantitativo, 590 são para a Polícia Militar e 449 para a Polícia Científica. O anúncio foi feito na sexta-feira, 15, em coletiva de imprensa.

Entre os novos policiais técnico-científicos, 51 vagas são de médico legista, 240 de perito criminal, 128 de fotógrafo e 30 de desenhista técnico-pericial. Na Polícia Militar, serão incorporados soldados de 2° classe.

“É um conjunto de ações na área de Segurança Pública por força da prioridade que este Governo dá à área para garantir à população condições melhores de policiamento nas ruas”, destacou Doria.

O último concurso para Polícia Científica de São Paulo ocorreu entre 2013 e 2014. De acordo com o setor de Recursos Humanos do Estado, as remunerações são de R$8.285,66 para médicos legistas e peritos criminais, R$3.589,86 para fotógrafos e desenhistas.

João Doria durante o anúncio das 1.039 nomeações nos concursos
Segurança-SP (Foto: Governo de São Paulo)

 

Também presente na coletiva, o comandante-geral da PM-SP, Marcelo Vieira Salles, adiantou que os soldados devem começar a atuar nas ruas no primeiro semestre de 2020. Antes, eles devem concluir o curso de formação profissional, cuja duração é de um ano.

“Eles vão iniciar o curso de formação de soldados em maio de 2019 e já estarão atuando em maio de 2020”, disse o comandante-geral.

Os novos soldados, após o curso, recebem o equivale a R$3.143,70 para 40 horas de trabalho por semana. Esse valor inclui o salário base, gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) e adicional de insalubridade de R$691,64.

João Doria quer 21 mil vagas em concursos Segurança-SP

Logo após ser eleito, o governador João Doria prometeu aumentar o efetivo e realizar novos concursos para Segurança Pública de São Paulo. No total, ele pretende preencher 21 mil vagas para as Polícias Militar e Civil.

Em entrevista ao programa Bom dia São Paulo, Doria evelou que a meta é melhorar ainda mais a qualidade da segurança e, por isso, fortalecer o efetivo das corporações. Ele prometeu ainda melhorar a condição salarial dos policiais.

enlightenedNovo governador de SP, João Doria reavaliará concursos já autorizados

Do quantitativo anunciado por Doria, 13 mil vagas seriam destinadas a Polícia Militar e 8 mil vagas para a Polícia Civil. O objetivo, segundo ele, é integrar as polícias, além de agregar também as Guardas Municipais, considerando ser uma "força tarefa importante". 

"Vamos obviamente aumentar o efetivo da Polícia Militar abrindo novos concursos. Já faz tempo que a PM não abre para novos concursos. Temos um contigenciamento de 13 mil policiais militares e 8 mil policiais civis. Então também vamos prestigiar a Polícia Civil, contratando e recolocando nas delegacias os delegados, os assistentes os escrivães", disse Doria.

Já há concursos em andamento para o preenchimento de 2.750 vagas na Polícia Civil. Ao todo, são 250 vagas para delegados, 600 para investigadores, 800 para escrivães, 300 para agentes de telecomunicações, 200 para papiloscopistas, 400 para agentes policiais e 200 para auxiliares de papiloscopistas.

No vídeo abaixo, saiba quais concursos de Segurança podem ser abertos ainda em 2019:



Comentários