Concursos 2019: seleções previstas para a área de Tribunais

FOLHA DIRIGIDA elaborou uma lista completa dos concursos que estão previstos para área de tribunais em 2019. Confira!

Matéria atualizada em 09/01/2019, às 14h04

Mais uma matéria da série "Concursos 2019" está no ar! Desta vez a lista é dos concursos previstos para Tribunais em todo o país. Os concurseiros interessados nessas seleções devem ficar atentos, pois há diversas vagas previstas para a área judiciária em 2019. 

Os concursos de Tribunais costumam ser concorridos por conta da boa remuneração e os benefícios que oferecem. Pensando nisso, o professor Rogério Renzetti separou algumas dicas para quem deseja tentar uma vaga em um tribunal neste ano. Se essa é a sua meta de 2019, fique de olho!wink

► Dica 1: Reforma Trabalhista

Renzetti alertou que as bancas podem apresentar algumas novidades, como questões sobre a reforma trabalhista. Isso deve ser levado em consideração por aqueles que já estão se preparando há mais tempo.

Quem começou os estudos há pouco, o ideal é investir em um bom plano de estudos. 

"Para aquele que está no início da preparação, o melhor é não perder mais nenhum minuto. Sugiro que faça um quadro de planejamento de estudos e faça a maior quantidade de questões da banca que conseguir até a hora da prova", disse Renzetti.

► Dica 2: Técnico e Analista

O professor destacou que uma boa estratégia para aumentar as chances de aprovação é se candidatar para as duas oportunidades: a de técnico e analista.

"De modo geral, a preparação para analista da área administrativa contempla também as disciplinas cobradas para o cargo de técnico. Além disso, as provas costumam ser em horários diferentes, o que permite que o candidato tente a aprovação nos dois cargos, dobrando as suas chances de aprovação."

► Dica 3: O que estudar

Renzetti separou, também, quais são as disciplinas mais exigidas em cada caso. O candidato ao cargo de técnico, por exemplo, deve se dedicar às disciplinas de Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Administração Financeira e Orçamentária, Administração Geral e Pública, Raciocínio Lógico e Informática.

Já para os cargos de analista da área judiciária as disciplinas abordadas com mais frequência são Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Processual Civil, Raciocínio Lógico e Informática.

TRTs: "Os candidatos devem ficar atentos para algumas disciplinas específicas que sempre serão cobradas a depender do órgão. Ou seja, se o objetivo é ser nomeado para um Tribunal Regional do Trabalho (TRT) deverá ser acrescentado na rotina de estudos as disciplinas de Direito e Processo do Trabalho", indicou.

TREs: "Se o foco principal é o concurso para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o estudo de Direito Eleitoral é essencial."

TRFs: "Caso o interesse seja a aprovação no Tribunal Regional Federal (TRF), inclua no seu planejamento às disciplinas de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Tributário e Direito Previdenciário", concluiu.

► Dica 4: Por onde estudar

O professor também chamou a atenção para a qualidade dos materiais utilizados na preparação e para o método de estudos escolhido.

"O candidato deve ter uma legislação atualizada e um bom livro didático e direto. A preparação através de resolução de questões e provas anteriores é indispensável na fixação da matéria. Todos os candidatos aprovados que conheço utilizaram esse método de estudo."Cursos para concursos de Tribunais

Aprenda a fazer um bom planejamento de estudos

Rogério Rezentti separou algumas dicas para o concurseiro interessado nessa área montar um bom planejamento. O professor indica montar um quadro semanal de disciplinas e estudar uma matéria por dia. Exemplo:

Segunda-feira

 Estudar Direito do trabalho
 Ler toda legislação
 Fazer marcações de pontos importantes na CLT
 Fazer questões de provas anteriores

O planejamento deve seguir uma estrutura semelhante para os outros dias da semana.

"Metas estabelecidas ajudam muito, e com este quadro semanal será mais fácil cumprir algo já definido do que decidir na última hora. Não tem desculpas, acorde cedo, desligue o som, a TV, não estude conectado às redes sociais. Concurso público é sem dúvida uma superação e aprender a superar-se é uma batalha diária", enfatizou.

 Dica 5: Curso

O professor Renzetti recomenda buscar por um curso na modalidade online.

Dica 6: O quanto estudar

Segundo Renzetti, "Estude no tempo que você tiver: no caminho do trabalho, na hora do almoço, na fila do supermercado, onde puder".

Dica 7: Analistas

Aqueles que almejam o cargo de analista não podem esquecer que certamente terão que resolver uma questão discursiva ou um estudo de caso. Portanto, não deixe para treinar a redação jurídica apenas quando o edital do concurso for publicado.

Dica 8: Conteúdos

Rogério Renzetti destaca que os concurseiros devem estudar os pontos novos, mas não devem se esquecer do edital por inteiro. 

"Para aqueles que ficam desanimados com o conteúdo dos editais, entendam que o concurso público funciona como uma fila. Ou seja, para os persistentes que acreditam na vitória e não desistem, a aprovação acontecerá. Para alguns pode ser um pouco mais longa, mas é importante a confiança no seu potencial. Esqueça tudo: cobrança familiar, concorrência, dificuldades no aprendizado e foque em seu objetivo e não desista. Você é o seu maior concorrente e o único caminho é o estudo e a disciplina."

E completou: "Calma! Por favor, não percam o controle emocional na hora da prova, leiam e releiam as questões antes de responderem. Marquem o cartão resposta com cuidado para não errar. Acredite no seu conhecimento e no seu esforço. Todo concurseiro é um guerreiro e se não desistir no caminho, a vitória é certa."

Concursos 2019 de Tribunais: o que vem por aí!

O professor Renzetti estará na FOLHA DIRIGIDA, no dia 8 de janeiro, a partir das 10h, para uma live no YouTube da FOLHA DIRIGIDA. E ele não estará sozinho. A professora Raquel Tinoco tabém participará da transmissão, com mais dicas para concursos de Tribunais em 2019.

Concursos para tribunais 2019: como estudar?

Anotou as dicas? Agora vamos à lista dos concursos previstos para Tribunais em 2019. Confira!

Concurso 2019 para a área Federal

TSE 

O Tribunal Superior Eleitoral tem concurso previsto para técnicos e analistas judiciários desde 2017. As funções exigem níveis médio e superior, respectivamente. A expectativa é que a seleção finalmente saia este ano.

Concursos 2019 para TJs

TJ-AM 

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas já confirmou para este ano a abertura do concurso para área de apoio. A expectativa é que sejam abertas 200 vagas para a  substituição de profissionais temporários. Ainda de acordo com o órgão, o edital deve ser publicado ainda no início de 2019.

TJ-RR 

O concurso para o Tribunal de Justiça de Roraima está previsto desde 2017. No entanto, a seleção ainda não teve andamento. A expectativa é de que o concurso contemple cargos de níveis médio (técnico) e superior (analista).

TJ-PA 

O concurso para o Tribunal de Justiça do Pará foi anunciado em julho de 2018. A comissão responsável por organizar a seleção já está formada. Serão ofertadas vagas de juiz substituto, que oferece remuneração inicial de R$26.125,17. O valor poderá chegar a R$30 mil no decorrer da progressão.

TJ-RO 

A banca organizadora do concurso para o Tribunal de Justiça de Rondônia já está definida. Será a Vunesp. O número de vagas que serão ofertadas nessa seleção ainda não foi informado. Mas, o concurso será para juiz substituto. A remuneração inicial é R$24.818,91, podendo chegar a R$30.471,11 com as progressões na carreira.

♦ TJ-MG (1° e 2° instância)

Para o Tribunal de Justiça de Minas Gerais a previsão é de dois concursos. O concurso para a 1° instância já tem organizadora definida e oferecerá vagas de níveis médio e superior, com remunerações de R$2.683,58 e R$4.202.60, respectivamente.

A seleção para 2° instância ainda está em fase de escolha da banca e também contempla os níveis médio e superior. Nove bancas disputam a organização do concurso. 

TJ-TO 

O Cebraspe já havia sido escolhido como organizador do concurso para o Tribunal de Justiça do Tocantins. No entanto, o TCE do estado suspendeu o contrato após indícios de irregularidades no procedimento licitatório para escolha da organizadora. 

O concurso tem previsão de 30 vagas, mais formação de cadastro de reserva, para cargos de analista judiciário, oficial de justiça e técnico judiciário. As remunerações podem chegar a R$13.703, 43.

TJ-RN

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte prepara um novo concurso que ofertará vagas para a área de Tecnologia da Informação (TI). Os cargos que serão contemplados por essa seleção ainda não foram divulgados pelo tribunal. O TJ-RN não realiza concurso para as carreiras de técnico judiciário e auxiliar técnico desde 2001.

TJ-ES 

Previsto desde 2014, a expectativa é de que o concurso para o Tribunal de Justiça do Espírito Santo possa finalmente abrir em 2019, embora ainda não haja nenhuma confirmação. A seleção deverá ofertar vagas para técnicos e analistas judiciários.

TJ-SC

A organizadora do concurso para o Tribunal de Justiça de Santa Catarina já está definida e será o Cebraspe. Agora, o órgão e a banca estão definindo os últimos detalhes do concurso (estrutura das provas e cronograma) para que o edital do concurso possa ser publicado.

TJ-RS

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul está preparando o concurso para oficial de justiça, que exige formação em nível médio. A expectativa é que o edital seja publicado em breve. A oferta de vagas ainda não foi confirmada, mas o órgão tem autorização para criar dez cargos na função. Inicial é de R$9.305,55.

Concursos 2019 para TRTs

TRT-AL 

Previsto para 2018, o concurso para o Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas deverá sair agora em 2019. De acordo com órgão, a seleção, que começou a ser organizada no último ano, dependia de liberação orçamentária para acontecer. O concurso deverá ofertar vagas para técnicos e analistas judiciários.

TRT-BA 

Outro concurso previsto para 2018 que deverá ser realizado em 2019 é a seleção para o Tribunal Regional do Trabalho da Bahia. O concurso também ofertará vagas para técnicos e analistas.

TRT-ES

O Tribunal Regional do Trabalho do Espírito Santo, também previsto para 2018, foi retirado de pauta em maio, mas expectativa é que seja retomado o quanto antes. A comissão responsável por organizar o concurso já está trabalhando na seleção.

Concursos 2019 para TRFs

Após um período de suspensão, os concursos TREs de todo o país poderão voltar a contar com nomeações. Foi publicada no Diário Oficial da União de julho de 2018, a portaria nº 574, permitindo os Tribunais Regionais Eleitorais a convocarem aprovados de concursos em caso de vacâncias. Essa publicação altera a de nº 671, de 2017, que proibia qualquer provimento de cargo vago.

TRE-SC 

No fim de 2018, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina anunciou que o orçamento para a seleção já estava sendo avaliado. O concurso deverá ser aberto esse ano. As vagas serão para técnicos de nível médio e analistas judiciários na especialidade Direito, com remunerações de R$6.862,73 e R$11.259,81, respectivamente.

TRE-ES 

Mais um tribunal pode abrir vaga este ano no Espírito Santo. Além do TRT, o Tribunal Regional Eleitoral do estado prevê oferta de vagas para técnicos e analistas. São. pelo menos nove cargos vagos, sendo dois de analista judiciário da área judiciária (nível superior) e sete de técnico judiciário da área administrativa (ensino médio completo sem especialidade).

TRE-MS 

Previsto para 2017, o concurso para o Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul não aconteceu por questões orçamentárias. No entanto, a expectativa é de que o concurso finalmente seja autorizado. Até porque, com as previsões de aposentadorias, a previsão é de que tenha um grande déficit de pessoal até 2020.

Concursos 2019 para TRFs

TRF3

Até o momento, a única previsão de concurso para Tribunais Regionais Federais é para o TRF3, que abrange os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. O concurso ainda está em fase preliminar e, por isso, ainda não há uma definição concreta sobre a data de publicação do edital. O órgão acumula 243 vacâncias na área de apoio, em carreiras de técnico e analista para diversas especialidades. Em breve, uma nova seleção para juiz também deverá ser anunciada. 

Concursos 2019 para Tribunais de Contas

A função dos Tribunais de Contas é fiscalizar a aplicação dos recursos públicos pelos governantes. Diferentemente dos demais tribunais citados, que correspondem à área judiciária, estes respondem ao Poder Legislativo

TCE-AM

O Tribunal de Contas do Amazonas iniciou no fim do ano passado os estudos para a realização de um novo concurso. A expectativa é que a oferta de vagas seja atraente, tendo em vista que a estimativa é de 248 cargos vagos até o fim de 2019.

TCE-RR

Outro concurso de Tribunais de Contas em pauta é o de Roraima (TCE-RR). O concurso deverá ofertar vagas para o cargo de auditor fiscal de contas. A função pode ser exercida por graduados em Administração, Análise de Sistema, Contabilidade, Economia, Engenharia Civil, Jurídica, Meio Ambiente, Psicologia, História, Matemática e Biologia. A remuneração pode chegar a R$35.772,74.

TCE-RO

O edital para o concurso do TCE-RO deve sair em breve. A banca que organizará a seleção já foi definida, o Cebraspe. O concurso ofertará vagas para os cargos de auditor, analista e procurador. As etapas de seleção também já foram definidas.

TCE-AL

Dois novos cargos de analistas foram criados para o Tribunal de Contas de Alagoas, que deverão ser preenchidas por meio de concurso. A remuneração inicial será de R$7 mil, podendo chegar a R$11.830,12 no final da carreira. 



Comentários