Folha Dirigida Entrar Assine

Cláudio Castro: prioridades são Segurança e recuperação fiscal

Vice do candidato ao governo do Rio Wilson Witzel, Cláudio Castro reforça contratação na Segurança, mas destaca recuperação fiscal.

Eleições 2018 na FOLHA DIRIGIDAVice do candidato ao governo do Rio de Janeiro Wilson Witzel, Cláudio Castro (PSC) diz que a realização de concursos deve considerar o momento de recuperação fiscal e destaca a necessidade de valorização do servidor. Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o atual vereador do Rio de Janeiro também reforçou a prioridade na Segurança Pública. 

Castro está há quatorze anos na política. Antes de atuar na Câmara do Rio, foi chefe de gabinete neste mesmo órgão e também na Alerj. Em 2009 ocupou o cargo de assessor Especial da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência do Rio e em 2013 trabalhou com o deputado Hugo Leal. 

Esta é a segunda matéria do Especial Eleições 2018 da FOLHA DIRIGIDA no 2º turno do Rio de Janeiro. O deputado estadual Comte Bittencourt (PPS), candidato a vice-governador na chapa de Eduardo Paes (DEM), também concedeu entrevista. 

De todas as áreas do estado a que mais necessita de contratação de pessoal, segundo Castro, é a Segurança. Reforçando o que Witzel já havia informado em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o candidato a vice-governador destaca a intenção de contratar mais de três mil agentes de segurança no primeiro ano de governo.

Ao falar em concursos, no entanto, Castro reforça o momento de recuperação fiscal pelo qual o estado passa. Ainda assim, ele afirma que as reposições necessárias serão preenchidas com novos servidores, não prejudicando a adequação da folha de pagamento.

Como nós pensamos em fazer cortes profundos em cargos comissionados, provavelmente sobrará recursos para que a gente faça essas reposições.

Wilson Witzel quer concursos para a PM e Polícia Civil do Rio

Cláudio castro (PSC) (Foto: Divulgação)
Cláudio Castro é candidato a vice-governador
na chapa de Wilson Witzel (Foto: Divulgação)

Segurança e recuperação fiscal são prioridades

As duas prioridades apontadas por Cládio Castro no possível governo de Witzel são a Segurança Pública e a recuperação Fiscal. Para combater a crise no estado, serão enfocados três pilares, de acordo com ele,: combate à corrupção, enxugamento da máquina pública e aumento da arrecadação. 

Em relação à máquina pública, o candidato diz que será necessário um “corte sensível” nas contas. Este seria efetivado por meio da redução de cargos nomeados e comissionados, além de atenção em contratos e convênios. Seria o que ele chama de revisão da estrutura política atual do estado. 

Uma das propostas de Witzel é extinguir a Secretaria de Segurança Pública, visando criar um canal de diálogo direto entre o governador e as instituições e que estas “voltem a ser técnicas”, como ressalta Cláudio Castro. "Também será um governo muito participativo, as forças de Segurança terão voz ativa para que consigamos achar as melhores soluções."

Valorização de pessoal passa por salários em dia

Perguntado sobre como pretende trabalhar ao lado de Witzel para valorizar os servidores públicos, Castro disse que, prioritariamente, é necessário garantir o pagamento dos salários em dia. Além disso, destaca também a reposição salarial a confiança do servidor no governo. 

“O servidor do Estado sofreu muito nos últimos anos com atraso de pagamentos, com a falta de reposição salarial, de modo que se sente desmotivado. Na área da Saúde, por exemplo, quem é de OS ganha fortuna e o servidor público nem sequer tem sua reposição. Se tratá-lo com respeito o Estado ganha (...) e a sociedade também.”

No caso dos professores, o candidato destaca a importância do plano de cargos e salários, da valorização do profissional e do investimento em qualificação. Castro também destaca a intenção de voltar a investir 12,5% em Educação, realizar parcerias entre escolas estaduais e municipais.

Pauta da terceira idade é destaque para Cláudio Castro

Castro também diz que pretende, ao lado do governador, se eleito, aproveitar a força e experiência de trabalho da terceira idade, além de pagar os idosos em dia e cuidar da questão da saúde. 

“Eu entendo que essas pessoas têm muito a colaborar com a sociedade, e devem ser respeitadas e olhadas com carinho. Mais que isso: tem que ser aproveitada toda a força e experiência que elas têm. Cada dia as pessoas querem parar de trabalhar mais tarde, a medicina está avançando, elas têm cada vez mais condição de trabalhar. O idoso, com certeza, vai ser visto nesse governo.”

Em relação às pessoas com deficiência, o candidato destacou a necessidade olhar esta puta em todas as áreas do estado. De acordo com ele, essas pessoas terão um olhar especial do governo abrangendo acessibilidade, educação especial, além de assistência, saúde e trabalho.

Confira vídeo com Cláudio Castro



Comentários