Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Hermano Morais: \"Vamos investir na capacitação profissional, estimular o Turismo interno e externo\"

Para Hermano Morais, candidato à Prefeitura pelo PMDB, Natal tem sido penalizada nos últimos anos pela omissão e falta de planejamento das administrações anteriores. De acordo com ele, a ênfase de sua gestão será no “processo de desenvolvimento em toda a região metropolitana, que tem 42% de toda a população”.

Para Hermano Morais, candidato à Prefeitura pelo PMDB, Natal tem sido penalizada nos últimos anos pela omissão e falta de planejamento das administrações anteriores. De acordo com ele, a ênfase de sua gestão será no “processo de desenvolvimento em toda a região metropolitana, que tem 42% de toda a população”.

Além disso, Morais quer estabelecer parcerias e melhorias em áreas essenciais para a populção como Saúde, Educação e Mobilidade Urbana, além de incrementar a geração de emprego e renda através do Turismo, principal atividade econômica da cidade, especialmente por conta dos jogos da Copa do Mundo de 2014.

“Temos que fazer também algumas correções de rumo. A situação financeira do município é muito difícil. Há um endividamento muito alto, por isso precisamos fortalecer as parceriais com os governos estaduais e federal e com empresas privadas para que o município possa se habilitar para receber investimentos. Precisamos de projetos para garantir o apoio do desenvolvimento sustentável da cidade e vamos consolidar Natal como destino turístico, realizando os ajustes necessários, como limpeza urbana e saneamento básico. Porém, sem esquecer que é necessário promover uma gestão participativa, onde o cidadão possa interferir diretamente”, explica.

O candidato reconhece que a atual gestão teve o mérito de aprovar o Projeto de Planos e Cargos dos servidores municipais; afirma que vai consolidá-lo e também vai buscar eficiência do serviço público através de melhores condições de trabalho, estrutura da Tecnologia da Informação (TI) e capacitação profissional. “Com isso, vamos melhorar a qualidade do serviço oferecido à população. Afinal, essa é a finalidade do serviço público e a população também espera ver uma gestão mais organizada”.

Servidor de carreira há 30 anos, Morais concorda que existe carência de servidores em determinados setores, e promete fazer um levantamento para ver a possibilidade de realizar concurso para algumas áreas. Porém, ainda de acordo com ele, “Natal já aplica quase 54% de seu orçamento em pessoal, ou seja, estamos quase passando do limite legal. Para contratar novos servidores teremos que reorganizar a estrutura do serviço público no município. Somente ocupando cargos comissionados e funções gratificadas temos um cálculo de 1.500 pessoas e somente entre secretarias e órgãos afins são 27. Vamos fazer essa reestruturação, sem é claro, causar prejuízos”.

Fernando anunciou ainda, já ter uma equipe de apoio formada por técnicos que estão fazendo um levantamento dos servidores municipais e, ao mesmo tempo, estudando formas de valorizá-los. “E vamos buscar, junto com os sindicatos, mecanismos de avaliação de desempenho para estimular o bom trabalho. Queremos servidores estimulados na nossa Administração e tudo que pudermos fazer para isso, faremos”.

Quanto ao Turismo, Fernando Morais afirmou que pretende profissionalizar pessoas interessadas em organizar Natal para receber a Copa. “Vamos investir na capacitação profissional, estimular o Turismo interno e externo, e baseado no levamento que será realizado, iremos checar a possibilidade de abertura de concurso público neste setor”.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações