Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Saiba o que conta como experiência para o cargo de diretor de escola

Para conseguir concorrer ao cargo de diretor de escola da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, o candidato deve ter, dentro as exigências de escolaridade, no mínimo oito anos de experiência no cargo. Para esclarecer melhor o que conta como experiência, o Professor Luiz Gonzaga, do Sindicato de Especialistas de Educação do Magistério Oficial do Estado de São Paulo (Udemo), realizou uma entrevista para a FOLHA DIRIGIDA.    

 
Para conseguir concorrer ao cargo de diretor de escola da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, o candidato deve ter, dentro as exigências de escolaridade, no mínimo oito anos de experiência no cargo. Para esclarecer melhor o que conta como experiência, o Professor Luiz Gonzaga, do Sindicato de Especialistas de Educação do Magistério Oficial do Estado de São Paulo (Udemo), realizou uma entrevista para a FOLHA DIRIGIDA.
 
Segundo o professor, a experiência vem tanto da ação em escolas públicas, quanto das privadas. Por mais que o cargo de diretor tenha uma administração maior, o servidor não pode esquecer-se do papel pedagógico que ele deve desenvolver nas escolas. “O diretor deve ter um posicionamento perante sua equipe de estímulo, sendo o mentor do Projeto Pedagógico, que é, através dele, na qual as metas para a escola pública serão atingidas”, explica Luiz.
 
No caso das escolas privadas, a ação do diretor acaba por ser mais administrativa do que pedagógica. “Em sua maioria, os diretores de escolas privadas são também os donos dessas escolas, então o cargo dele acaba por ser mais administrativo”, relata.
 
Dentro dessa experiência, o direto deve, além de acompanhar o progresso pedagógico de sua escola, lidar com as questões burocráticas que o serviço envolve, como papeladas dos alunos, direito dos professores, elaboração do Projeto Pedagógico e acompanhamento do mesmo.
 
 
 
 
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações