Concursos SEE-SP somam 44 mil inscritos nos níveis médio e superior

Os concursos para oficial administrativo e supervisor de ensino da SEE-SP registraram, ao todo, 44.767 candidatos.

Mais de 44 mil pessoas se inscreveram para os concursos da Secretaria de Estado de Educação de São Paulo (SEE-SP). FOLHA DIRIGIDA apurou que as seleções para oficial administrativo e supervisor de ensino somam, ao todo, 44.767 candidatos.

O destaque é o concurso para oficial administrativo com 34.273 inscritos. O cargo exigiu apenas o ensino médio completo e tem oferta de 167 vagas. Já a seleção para 372 oportunidades de supervisor de ensino registra 10.494 concorrentes, de acordo com dados da SEE-SP.

Os pré-requisitos da carreira foram ter licenciatura em Pedagogia ou pós-graduação na área de Educação e experiência de, no mínimo, oito anos de efetivo exercício do magistério, sendo três em gestão educacional.

Na tabela abaixo, veja como ficou a relação candidato/vaga dos concursos:

Oficial administrativo 205,23 concorrem a apenas uma vaga
Supervisor de ensino 28,20 candidatos disputam uma vaga

 

Os oficiais administrativos aprovados no concurso SEE-SP receberão  salários de R$1.339,29 por mês. Já para supervisores de ensino, os ganhos são de R$4.538,86. A carga de trabalho de ambos será de 40 horas semanais.

Os supervisores de ensino serão responsáveis por elaborar relatórios pedagógicos, de gestão e de infraestrutura; orientar e acompanhar o planejamento, desenvolvimento e avaliação da aprendizagem nas escolas públicas; e propor ações voltadas ao desenvolvimento do sistema de ensino.

Provas para oficiais serão aplicadas em fevereiro

O concurso para oficiais administrativos da SEE-SP será composto apenas por provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. A avaliação ocorrerá primeiro, no dia 10 de fevereiro.

SEE-SP realiza concursos com vagas para oficial administrativo e
supervisor de ensino (Foto: Divulgação/SEE-SP)

 

Durante quatro horas, os milhares de candidatos deverão responder a 60 questões, divididas da seguinte maneira:

  • Língua Portuguesa – 20 questões;
  • Matemática e Raciocínio Lógico – 10 questões;
  • Noções Básicas de Informática – 10 questões;
  • Noções de Administração Pública e Legislação – 20 questões.

De acordo com o edital, será aprovado quem obtiver nota igual ou superior a 50 pontos. Além disso, os concorrentes deverão alcançar o mínimo de 10% de acertos em cada área de conhecimento.

Para supervisores, provas do concurso serão em março

O concurso para supervisores de ensino, por sua vez, terá provas objetivas e também discursivas. De caráter eliminatório e classificatório, a aplicação está marcada para o dia 24 de março, em turnos alternados. Veja:

  1. Prova objetiva - período da manhã: duração de 4 horas;
  2. Prova discursiva - período da tarde: duração 3 horas. 

Os 10 mil inscritos deverão responder a 80 questões objetivas, de acordo com a bibliografia divulgada no Diário Oficial de São Paulo do dia 8 de agosto. 

O exame objetivo será avaliado na escala de 0 a 80, valendo um ponto cada questão. Será considerado classificado quem alcançar nota igual ou superior a 50% da prova, ou seja, 40 pontos ou mais.

O exame discursivo contará com quatro questões, também referente a bibliografia, valendo cinco pontos cada. Somente os aprovados na prova objetiva terão corrigida a discursiva corrigida. Essa fase valerá de 0 a 20 pontos.

Será classificado no concurso SEE-SP para supervisor quem obtiver nota igual ou superior a 50% da prova, ou seja, 10 pontos ou mais. Os concorrentes ainda serão submetidos a exame de títulos, de caráter apenas classificatório. 

A seleção terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por prorrogado por igual período. 

No vídeo abaixo, saiba como reagir ao número de inscritos no concurso: 



Comentários