Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Empresa deve oferecer 423 vagas em concursos até 2018

O Hospital Universitário Júlio Maria Bandeira de Mello (HUJB), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba — que está com concurso em pauta —, teve seu quadro limite de pessoal fixado pelo Ministério do Planejamento em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, dia 3. Até 2018, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que agora administra a unidade de saúde, poderá ter em seu quadro 423 empregados. Ou seja, ao longo da validade da seleção, que pode ser renovada junto com o banco de reserva que será formado, a estatal poderá chamar até esse número de concursados.

O Hospital Universitário Júlio Maria Bandeira de Mello (HUJB), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba — que está com concurso em pauta —, teve seu quadro limite de pessoal fixado pelo Ministério do Planejamento em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, dia 3. Até 2018, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que agora administra a unidade de saúde, poderá ter em seu quadro 423 empregados. Ou seja, ao longo da validade da seleção, que pode ser renovada junto com o banco de reserva que será formado, a estatal poderá chamar até esse número de concursados.

Para 2017, o limite de funcionários estipulado pelo Planejamento para a estatal é de 209 contratados. Sobre isso, a assessoria de imprensa da Ebserh esclareceu que, como o hospital só conta no momento com cinco servidores efetivos, e desses, três estão em condições de se aposentarem, o concurso deverá trazer aproximadamente 200 vagas. O setor de Comunicação disse, ainda, que nos próximos dias deverá ser publicado o edital de chamada pública para a escolha da organizadora. Na sequência, as normas do certame deverão ser divulgadas em curto espaço de tempo.

Apesar de ainda não estar confirmado quais cargos serão oferecidos no certame, há uma previsão para vagas de níveis médio, médio/técnico e superior. Sabe-se que há carência para agente administrativo, com requisito de nível médio, além de técnico de enfermagem, para médio/técnico. Já no nível superior, há necessidade em cargos como enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, psicólogo, médico, nutricionista e analista administrativo. Todos esses deverão ser englobados. A Ebserh oferece a seus empregados vencimentos padrões de R$1.954,22 para os assistentes administrativos, R$2.795,21 aos técnicos de enfermagem, R$4.057,34 para os fisioterapeutas e fonoaudiólogos, R$4.584,38 aos psicólogos, R$5.023,02 para os analistas administrativos, R$5.744,76 aos enfermeiros e R$8.887,51 para os médicos.
 
 

PORTARIA Nº 23, DE 2 DE JUNHO DE 2016

O DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE COORDENAÇÃO E GOVERNANÇA DAS EMPRESAS ESTATAIS - DEST considerando o disposto no art.1º inciso I e § 4º do Decreto no 3.735, de 24 de janeiro de 2001, no uso da competência que lhe foi delegada pela Portaria/MP no 250, de 23 de agosto de 2005, resolve:

Art. 1º Fixar o limite máximo para o quadro de pessoal próprio da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH a ser lotado no Hospital Universitário Júlio Maria Bandeira de Mello da Universidade Federal de Campina Grande - HUJB/UFCG, em 423
(quatrocentos e vinte e três) empregados:

Ano  Quadro autorizado
2017 - 209
2018 - 423

Art. 2º Do limite máximo para o quadro de pessoal próprio estabelecido no art. 1o desta Portaria, 5 (cinco) vagas correspondem aos servidores estatutários que exercem atualmente suas atividades no Hospital, das quais 3 (três) poderão ser substituídas por empregados concursados pela EBSERH à medida que esses servidores se aposentarem ou quando, por qualquer outra razão, se extinguir o seu vínculo com o órgão de origem.

Parágrafo único. Serão preenchidas por empregados da EBSERH, exclusivamente, as vagas correspondentes aos cargos compatíveis com o Plano de Cargos, Carreiras e Salários da empresa, num total de 421 (quatrocentos e vinte e uma) vagas.

Art. 3º Para fins de controle do limite do quantitativo de pessoal próprio da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares - EBSERH, ficam contabilizados, à exceção dos empregados aposentados por invalidez, os empregados efetivos ingressantes por intermédio de concursos públicos, os empregados que possuem cargos,
empregos ou funções comissionadas, os empregados que estão cedidos a outros órgãos, os empregados requisitados de outros órgãos, os empregados que estão afastados por doença, por acidente de trabalho, ou por qualquer outra razão e os servidores estatutários queexerçam suas atividades no Hospital Universitário.

Art. 4º Compete à empresa gerenciar o seu quadro de pessoal próprio, praticando atos de gestão para repor empregados desligados ou que vierem a se desligar do quadro funcional, desde que sejam observados o limite ora estabelecido e as dotações orçamentárias aprovadas para cada exercício, bem como as demais normas legais pertinentes.

Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações