Concurso DPE-RS: FCC organizará seleção para defensor público

O novo concurso DPE-RS para defensor público já tem banca definida. A FCC foi escolhida para organizar o concurso. O número de vagas ainda não foi divulgado,

A Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul realizará uma nova seleção. O concurso DPE-RS para o cargo de defensor já tem banca definida e será a Fundação Carlos Chagas (FCC). A súmula do contrato foi publicada no Diário Oficial Eletrônico da de quarta-feira, 21 de março.

dpe-rs.jpg
Reprodução Diário Oficial

FCC também organizou o último concurso DPE-RS

De acordo com a portaria divulgada, a Fundação Carlos Chagas será responsável organizar o concurso e realizar as etapas de seleção. A vigência do contrato com a banca teve início após a publicação da súmula no Diário Oficial e encerrará após divulgados os resultados finais.
 
 
Ainda não há previsão para que o edital do concurso DPE-RS seja publicado. Espera-se que nos próximos dias seja divulgado o extrato do contrato com a banca. A FCC deve começar a trabalhar no cronograma da seleção para que o documento seja publicado o quanto antes.
 
Concurseiro de verdade não espera o edital ser publicado para começar os estudos. E uma excelente notícia para quem almeja uma oportunidade de defensor na DPE-RS é que a FCC também foi a banca do último concurso. Isso facilita bastante os estudos, pois já é possível se preparar com base no edital anterior e conhecer o estilo da organizadora.
 
DPE-RS prepara novo concurso para defensor
Concurso DPE-RS será organizado pela FCC
(Foto: Divulgação)
 
Quem desejar concorrer ao cargo de defensor público deverá ser graduado em Direito e ter experiência em atividade jurídica de pelo menos três anos, que são contados até a data da posse. Tendo como base o edital anterior, a remuneração básica da carreira é de R$ 19.383,88.

Último concurso DPE-RS aconteceu em 2014

A última seleção para o cargo de defensor da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul foi realizada em 2014 e também teve a FCC como banca. Eram oferecidas 28 vagas, das quais três foram reservadas para deficientes, uma para indígenas e quatro para negros. 
 
Os candidatos foram avaliados por meio de cinco etapas de seleção. A primeira e a segunda podiam eliminar, enquanto as demais apenas de caráter classificatório. Para ser convocado era necessário ser aprovado na fase anterior.

Connheça as fases do concurso

Primeira Fase - Prova com questões objetivas e de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório;
Segunda Fase - Provas com questões discursivas, de caráter eliminatório e classificatório;
Terceira Fase - Provas orais, de caráter eliminatório e classificatório;
Quarta Fase - Prova de tribuna, de caráter eliminatório e classificatório;
Quinta Fase - Prova de títulos, de caráter classificatório. 
 
A primeira etapa foi composta por 100 questões objetivas. As disciplinas cobradas foram: língua portuguesa; direito constitucional; direito civil; direito processual civil; direito do consumidor; direito penal; direito processual penal; criminologia; direito das execuções penais; direito da criança e do adolescente; direito tributário; direito administrativo; direitos humanos; direito institucional.

Prepare-se para o concurso DPE-RS

Ficou interessado no concurso da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul? A seleção para defensor terá diversas etapas. Logo, é preciso começar os estudos o quanto antes e não esperar sair o edital. Confira dicas e materiais especiais.


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários