Concurso DPE-RJ com vagas para a área de apoio é homologado

A DPE-RJ homologou o resultado final do concurso para a área de apoio. Foram mais de 54 mil inscritos para 27 vagas.

Saiu a homologação do resultado final do concurso DPE-RJ para a área de apoio. Na época, a seleção da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro ofereceu 27 vagas distribuídas pelos cargos técnico médio, técnico superior jurídico e superior especializado da Defensoria.

O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro desta segunda-feira, 16.

Confira a homologação do resultado final

Agora, os aprovados poderão ser contratados durante o prazo de validade, que será de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Os convocados para o cargo de nível médio receberão remuneração de R$4.093,47. Já os de nível superior, os ganhos serão de R$4.836,47. Os valores já contam com o auxílio-alimentação de R$535 e o auxílio-transporte de R$352.

O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade ao servidor.

 

Concurso DPE-RJ para a área de apoio é homologado
(Foto: Pixabay)

Concurso DPE-RJ teve mais de 54 mil inscritos

Apesar das somente 27 vagas oferecidas no concurso DPE-RJ, De acordo com informações da Fundação Getúlio Vargas, banca organizadora, 54.874 inscrições foram homologadas.

As vagas foram divididas entre 12 regiões de lotação. A maior parte das inscrições, mais de 30 mil, foram para o município do Rio de Janeiro. Confira os requisitos e oportunidades oferecidas para cada cargo:

Cargo Requisito Nº de vagas
Técnico médio Nível médio 12 + CR
Técnico superior Jurídico Nível superior em Direito 12 + CR
Técnico superior especializado Nível superior em várias áreas três + CR

As provas foram realizadas nos municípios do Rio de Janeiro e em Niterói, além de Duque de Caxias, Cabo Frio, Volta Redonda, Nova Friburgo, Petrópolis, Itaperuna, Macaé, Angra dos Reis e Valença, no Estado do Rio.

Os aprovados nas provas para os cargos de técnico médio e técnico superior jurídico precisaram acertar, no mínimo, 40% das questões de Conhecimentos Básicos e Específicos, além de não zerar nenhuma disciplina.

No caso do técnico superior especializado foi necessários ter um aproveitamento de 40% em Conhecimentos Específicos, 50% do total de questões da prova e não zerar nenhuma disciplina.

No dia da avaliação, mais 11 mil candidatos não compareceram à aplicação das provas objetivas, realizadas no dia 14 de abril. Assim, somente 43 mil inscritos no concurso realizaram os exames.

Na época, os candidatos tiveram até quatro horas para responder de 70 a 90 questões, dependendo do cargo escolhido.

Comentários