DPE-AM define a banca organizadora para concurso da área de apoio

A Defensoria Pública do Amazonas escolheu a Fundação Carlos Chagas para organizar o concurso para a área de apoio.

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas definiu a banca organizadora do concurso DPE-AM para a área de apoio. A escolhida foi a Fundação Carlos Chagas. O edital ainda não tem previsão de publicação, mas, ao que tudo indica, não deve demorar.

A escolha da organizadora deve agilizar os preparativos em prol da divulgação do documento com as regras. A FCC será quem publicará o documento completo, além de receber as inscrições e realizar as principais etapas da seleção.

A portaria que objetiva a dispensa de contratação da banca foi publicada no Diário Oficial da defensoria da última sexta-feira, 30 de agosto. O próximo passo deverá ser a assinatura do contrato entre as partes.

+ Prepare-se para concursos. Assine a FOLHA DIRIGIDA!

Concluído os trâmites contratuais, a banca e a DPE-AM deverão trabalhar no cronograma e últimos detalhes do edital, para que possa ser divulgado em seguida. São esperadas vagas para os níveis médio e superior. 

DPE-AM realizará novo concurso e terá FCC como banca (Foto: Divulgação)
DPE-AM realizará novo concurso e terá FCC como banca (Foto: Divulgação)

Regulamento do concurso DPE-AM já foi divulgado

Publicado em maio deste ano, o regulamento do concurso DPE-AM para a área de apoio confirma os cargos que serão oferecidos, além das etapas do processo de seleção. As oportunidades serão nos níveis médio e superior. 

Para o nível médio o cargo será o assistente técnico administrativo. De acordo com o concurso anterior, o vencimento básico será de R$3.531,95. Já no nível superior, será o analista jurídico na especialidade Ciências Jurídicas, que exige o curso da própria área e de Direito. O vencimento inicial era de R$6 mil. 

O órgão ainda não confirmou o quantitativo de vagas, mas já sabe-se que a lotação dos aprovados será nos municípios de Coari, Manacapuru, São Miguel da Cachoeira, Maués e Lábrea. 

O regulamento tarmbém traz a informação de que o prazo de validade do concurso DPE-AM será de dois anos, contados a partir da homologação do resultado final e podendo ser prorrogado por igual período.

+ Aumente as chances de ser aprovado. Descomplique os seus estudos!

Concurso DPE-AM terá provas objetivas

O documento que regula o concurso também confirma como os candidatos serão avaliados. O processo contará com prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, a ser aplicável a todos os cargos. Neste exame, os candidatos responderão a 60 questões, das quais 20 serão de Conhecimentos Gerais e 40 de Conhecimentos Específicos. 

Já a segunda fase será destinada apenas para os concorrentes ao cargo de analista, sendo composta por uma prova escrita, preferencialmente com estudo de caso sobre Conhecimentos Específicos. No entanto, serão corrigidos apenas os exames daqueles que forem aprovados na prova anterior.

A expectativa é para que as avaliações sigam os mesmos moldes do último concurso, que aconteceu em 2017. A boa notícia é que foi realizado pela mesma banca, a Fundação Carlos Chagas (FCC). Na época, a prova objetiva na parte de Conhecimentos Gerais abrangia Língua Portuguesa, além de Conhecimentos Jurídicos e Institucionais

Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

E-books 
Provas para download
Artigos sobre concursos
Editais verticalizados
Vídeos com dicas 



Comentários