Concurso DPE-AM muda cronograma e locais de provas saem dia 18

DPE-AM adia divulgação dos locais de aplicação das provas objetivas e discursivas do concurso para servidores.

O cronograma do concurso DPE-AM para servidores foi retificado. Inicialmente previsto para ser divulgado no dia 1º de novembro, o cartão de convocação para as provas objetiva e discursiva será publicado apenas em 18 de novembro

No lugar dos cartões, a Fundação Carlos Chagas (FCC) publicou, no dia 1º, os candidatos que concorrem às vagas reservadas às pessoas com deficiência e as solicitações de condições especiais deferidas para a realização das provas, após análise de recursos. 

Aqueles que contestaram os pedidos de atendimento especial aprovados preliminarmente poderão ter acesso às respostas dos recursos até quinta-feira, 7, no site da FCC. Confira o resultado:

Apesar do adiamento dos cartões, as provas do concurso DPE-AM seguem previstas para o dia 15 de dezembro. Em 18 de novembro os candidatos inscritos terão acesso aos locais de aplicação e à confirmação dos horários. 

Concurso DPE-AM tem mais de mil isentos da taxa de inscrição

Provas do concurso terão caráter eliminatório e classificatório

No dia 15 de dezembro serão realizadas as duas provas do concurso DPE-AM. A objetiva é aplicável a todos os candidatos e a discursiva somente para os que concorrem no nível superior. Ambas terão caráter eliminatório e classificatório. 

Haverá aplicação dos exames nos municípios de Coari, Eirunepé, Iranduba, Lábrea, Manacapuru, Maués e São Gabriel da Cachoeira. No período da manhã será a prova para assistente técnico, e à tarde para analista.

Os candidatos de nível superior terão até quatro horas para realizar as duas avaliações. A discursiva (peso 1) consistirá em um estudo de caso, já a objetiva vai contemplar 60 questões, sendo 20 de Conhecimentos Gerais (peso 1) e 40 de Conhecimentos Específicos (peso 3), conforme a seguir:

  • Português (12)
  • Conhecimentos Jurídicos e Institucionais (8)
  • Direito Constitucional (5)
  • Direito Administrativo (3)
  • Direito Civil (5)
  • Direito Processual Civil (5)
  • Direito Penal (5)
  • Direito Processual Penal (5)
  • Direitos Humanos (7)
  • Direito da Criança e do Adolescente, do Idoso, da Pessoa com Deficiência e da Mulher (5)

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Na carreira de analista, será habilitado o candidato que tiver obtido, na somatória das provas de Conhecimentos Gerais e Específicos, total de pontos igual ou superior a 200. Os mais bem classificados, até a posição 20 de cada município, terão suas provas discursivas corrigidas.

Os demais candidatos serão automaticamente eliminados. O estudo de caso constará de uma questão prática, para a qual o candidato deverá apresentar as soluções. O tema versará sobre conteúdo de Conhecimentos Específicos do programa.

Já os candidatos de nível médio terão três horas, no máximo, para responder a 60 questões, sendo 20 de Conhecimentos Gerais (peso 1) e 40 de Conhecimentos Específicos (peso 2), distribuídas da seguinte forma:

Português (12)
Conhecimentos Jurídicos e Institucionais (8)
Noções de Direito Administrativo (15)
Noções de Direito Constitucional (10)
Noções de Administração (15)

Neste caso, para ser habilitado será preciso alcançar 150 pontos na soma das partes de Conhecimentos Gerais e Específicos. 

♦ Acesse provas para download! ♦

(Foto: Divulgação)
Concurso DPE-AM tem dez vagas nos níveis médio e superior
(Foto: Divulgação)

Iniciais do concurso DPE-AM chegam a R$6 mil

O concurso DPE-AM visa preencher dez vagas efetivas, além de formar cadastro de reserva. Deste modo, mais aprovados poderão ser convocados durante a validade dos resultados, que será de dois anos prorrogável por mais dois.

Das oportunidades, cinco são de nível médio, na carreira de assistente técnico de defensoria. Todas na especialidade assistente técnico administrativo. O vencimento básico inicial é de R$3.531,95. 

As outras cinco vagas são de nível superior na carreira de analista jurídico de defensoria, todas na especialidade Ciências Jurídicas, que requer a graduação completa em cursos de Direito ou Ciências Jurídicas. O vencimento inicial neste caso é de R$6 mil. 

Os selecionados para as vagas imediatas serão lotados nos municípios de Coari, Lábrea, Manacapuru, Maués e São Gabriel da Cachoeira. Também será formado cadastro de reserva para os quadros de unidades em Eirunepé, Iranduba.

Comentários