Concurso Detran-SP: resultado final para 400 vagas é homologado

A direção do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo homologou o resultado final do concurso Detran-SP com oferta de 400 vagas

O resultado final do concurso Detran-SP com 400 vagas, aberto este ano, foi homologado pela direção do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo. A publicação ocorreu no Diário Oficial do Estado de sábado, 21 de dezembro.

Com isso, o concurso ficará válido até dezembro de 2021. Caso seja de interesse do departamento, a validade poderá ser prorrogada por mais dois anos.

A partir da homologação, as primeiras convocações para posse já estão autorizadas. As chamadas poderão ser feitas durante todo prazo de validade do concurso, a depender do orçamento disponível e da necessidade de novos de profissionais.

Publicado em 30 de março, o edital do concurso Detran-SP trouxe a oferta de 400 vagas. Desse total, 200 chances foram para a função de oficial estadual de trânsito e 200 para agente estadual de trânsito. Para se candidatar foi preciso ter o ensino médio e superior completo, respectivamente.

Detran-SP realizou concurso para contratação de novos empregados
públicos (Foto: Divulgação)

 

Os aprovados a agente receberão remuneração inicial de R$4.657, 50, que poderá chegar a R$8.488,29 no final de carreira. Já os oficiais terão ganhos iniciais de R$1.853, podendo subir para R$3.395,32, no nível III.

A jornada será de 40 horas de trabalho por semana. A contratação será feita pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que garante o seguro-desemprego e o depósito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Com oferta expressiva de vagas, o concurso atraiu o total de 150.545 mil inscrições. Os dados foram passados pela Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora.

+ Assine a Folha Dirigida e turbine sua preparação!
+ Concurso Detran-SP tem 150 mil candidatos para oficial e agente

Concurso Detran-SP teve provas aplicadas em julho

Todos os inscritos do concurso Detran-SP foram convocados para as provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório. A aplicação das etapas foi feita no dia 7 de julho.

Os exames ocorreram em 19 cidades-sedes, sendo: Araçatuba; Araraquara; Barretos; Bauru; Botucatu; Campinas; Fernandópolis; Franca; Itapeva; Marília; Mogi Guaçu; Presidente Prudente; Registro; Ribeirão Preto; Santos; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Paulo e Sorocaba.

Os participantes responderam a 60 questões de múltipla escolha, sendo divididas em Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos, conforme distribuição a seguir:

Agente de trânsito

  • 20 de Conhecimentos Gerais
    Língua Portuguesa
    Matemática
    Raciocínio Lógico
    Noções de informática
    Direito Constitucional e
    Direito Administrativo;
  • 40 de Conhecimentos Específicos
    Legislação de Trânsito

Oficial de trânsito

  • 40 de Conhecimentos Gerais
    Língua Portuguesa
    Matemática
    Raciocínio Lógico
    Noções de informática
    Direito Constitucional e
    Direito Administrativo;
  • 20 de Conhecimentos Específicos
    Legislação de Trânsito

No mesmo dia da prova objetiva, os concorrentes ainda elaboraram uma prova discursiva, composta por redação. Apenas foram corrigidos os textos dos habilitados na objetiva, com as melhores pontuações.

Comentários