Degase-RJ prevê concurso com 620 vagas efetivas após acordo com MPRJ

Degase-RJ deve firmar Termo de Ajustamento de Conduta com o MPRJ que prevê concurso público com 620 vagas.

O concurso Degase-RJ que, além de vagas para agente socioeducativo, deverá contemplar outras carreiras, está mais próximo. Acontece que a entidade vai assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o MPRJ que prevê a contratação de 620 servidores efetivos.

A informação foi veiculada pelo jornal O Globo na madrugada desta quinta-feira, 10. Segundo a reportagem, o concurso ajudará a repor os mais de 200 cargos de agente que ficaram vagos em setembro após a Justiça decidir pela rescisão do contrato de temporários. 

FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com o Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Rio para saber mais a respeito, mas não houve retorno até o fechamento desta matéria. Dessas 620 vagas do novo edital, mais da metade deverá ser para agentes socioeducativos de nível médio.

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Vale lembrar que o concurso é aguardado desde dezembro do ano passado, quando a Justiça determinou que fosse realizado um estudo para avaliar o impacto financeiro da criação de 332 novas vagas de agente.

A reportagem da FOLHA DIRIGIDA teve acesso ao processo que demonstra o andamento de preparativos que tramita na Seeduc-RJ, a quem o Departamento é vinculado. A última movimentação registrada é de junho e indica que a pauta está em análise na assessoria jurídica do órgão. 

Sem concurso, Degase tem mais internos que agentes

Na quarta-feira, 9, o Degase perdeu 204 agentes socioeducativos. Esses profissionais possuem contratos temporários que, por determinação judicial, ficariam vigentes até dezembro deste ano. 

Contudo, a medida cautelar foi derrubada em setembro, com o fim do julgamento de um processo movido pelo MPRJ que pedia a convocação de aprovados no concurso de 2011. Ainda de acordo com O Globo, agora são 1.423 internos sob responsabilidade de 1.413 agentes concursados. 

Com o quadro já desfalcado, a realização de um concurso se faz ainda mais necessária por conta de novas unidades que serão abertas. Até 2020 serão 21 novas instalações nas regiões Norte, Sul, Baixada Fluminense, Região dos Lagos e na capital. 

Com as novas vagas no sistema, a necessidade de pessoal também aumenta, principalmente de agentes socioeducativos. O déficit estimado atualmente já é de mais de 600 servidores. 

Sem concurso há oito anos, Degase-RJ tem deficit de 600 servidores

(Foto: Divulgação/Novo Degase)
Edital do concurso Degase-RJ pode sair este ano
(Foto: Divulgação/Novo Degase)

Concurso Degase deverá contar com vagas de níveis médio e superior

Em fevereiro, uma portaria publicada no Diário Oficial designou os membros da comissão do concurso Degase-RJ e também apresentou a banca Fundação Ceperj. Com isso, espera-se que o edital da seleção possa ser divulgado assim que o Governo do Estado der o aval.

Desde então não foram divulgadas novas informações sobre os trâmites para a seleção. Conforme consta no processo do concurso, a pauta está em tramitação na Assessoria Jurídica da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc-RJ), a quem o Degase é vinculado.

Das 620 vagas, espera-se que cerca de 332 sejam para a carreira de agente socioeducativo, que exige o nível médio, já que os trâmites para criação dessas vagas foram exigidos pela Justiça. 

Concurso Degase: órgão conclui estudo para criação de 332 vagas

A remuneração inicial é de R$2.822,57, valor composto por R$2.572,57 de salário base e R$250 de auxílio-transporte. Os selecionados também têm direito a auxílio-alimentação.Informações sobre outras carreiras ainda não foram divulgadas.

Em princípio, as vagas do concurso seriam para lotação na cidade do Rio de Janeiro. Existe a possibilidade de outras localidades serem contempladas, principalmente agora com o anúncio de novas instalações. 

Último concurso do Degase ocorreu há oito anos

O último concurso do Degase-RJ foi realizado em 2011. As oportunidades abrangeram cargos nos níveis médio, médio/técnico e superior com vagas para lotação em Araruama, Campos dos Goytacazes, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro Capital, São Gonçalo e Volta Redonda.

No total foram 500 vagas ofertadas. Dessas, 324 eram para a carreira de agente socioeducativos. Os candidatos foram avaliados por meio de redação e uma prova objetiva com 50 questões sobre as disciplinas de:

  • Português
  • Raciocínio Lógico
  • Conhecimentos Gerais
  • Conhecimentos Específicos

Concurso Degase-RJ: saiba como foram as provas da seleção anterior

Comentários