Concurso Degase-RJ: saiba como foram as provas da seleção anterior

Confira como foi o último concurso para agente socioeducativo do Degase, no Rio de Janeiro. Novo edital este ano.

Está cada vez mais próxima a realização do novo concurso para o Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), no Rio de Janeiro. Por isso, os interessados já devem intensificar a preparação e a melhor referência é o edital anterior, publicado em 2011. 

Na ocasião, foram ofertadas 500 vagas nos níveis médio, médio/ técnico e superior. Ao longo desta matéria, os futuros candidatos podem conferir todos os detalhes sobre as etapas de avaliação. 

O novo concurso do Degase já tem preparativos adiantados e a expectativa é que o edital saia ainda este ano. A comissão organizadora foi formada em fevereiro, conforme publicação o Diário Oficial do Estado.

O documento também menciona a Fundação Ceperj - Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro -, provável organizadora. São esperadas 332 vagas de agente socioeducativo, que exige o nível médio. Outras carreiras ainda não foram confirmadas pela instituição.

Degase forma comissão e indica banca do concurso para agente
Concurso Degase-RJ: diretor defende aumento do número de servidores
Técnicas de memorização para concursos públicos

Sala de prova (Foto: Reprodução)
Último concurso do Degase teve duas etapas
(Foto: Reprodução)

Banca do último concurso foi a Ceperj

No último concurso do Degase-RJ a Fundação Ceperj também foi a organizadora. Das 500 vagas ofertadas, 337 eram de nível médio, sendo 13 para agentes administrativos e 324 para agentes socioeducativos (16 feminino e 308 masculino). 

Outra 33 vagas contemplavam cargos de nível médio/ técnico, sendo duas de técnico de Suporte e Comunicação (TI), uma de técnico de Segurança do Trabalho, 29 de técnico de Enfermagem e uma de técnico em Contabilidade. 

No nível superior, 130 vagas eram distribuídas entre terapeuta ocupacional (quatro), psicólogo (32), professor de Educação Física (quatro), Pedagogo (37), odontólogo (quatro), nutricionista (duas), musicoterapeuta (uma), médico (oito), enfermeiro (cinco), farmacêutico (uma), contador (uma), bibliotecário (duas), assistente social (25) e arquivologista (uma). 

Os vencimentos iniciais, na época, eram de R$2.091,22 para os níveis médio e médio/técnico, R$2.420 para musicoterapeuta e R$2.555,94 para os demais cargos de nível superior.

As vagas foram distribuídas entre os polos do Degase no Rio de Janeiro (capital e Ilha do Governador), Nova Iguaçu, Volta Redonda, Campos dos Goytacazes, Araruama, São Gonçalo e Nova Friburgo. Houve reserva para pessoas com deficiência, negros e índios. 

Concurso Degase 2011 teve duas etapas de avaliação

Os candidatos do último concurso do Degase foram avaliados por meio de duas etapas. A primeira variava de acordo com o cargo concorrido, sendo: prova objetiva, redação e avaliação de títulos para pedagogo e professor; e somente prova objetiva e redação para os demais. 

No exame de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, os candidatos de nível superior tiveram quatro horas para responder a 50 questões das seguintes disciplinas:

  • Português (dez)
  • Raciocínio Lógico (cinco)
  • Conhecimentos Gerais (dez)
  • Conhecimentos Específicos (25)

Já os candidatos dos níveis médio e médio/ técnico tiveram quatro horas para fazer 40 questões sobre as mesmas disciplinas com a seguinte distribuição:

  • Português (dez)
  • Raciocínio Lógico (cinco)
  • Conhecimentos Gerais (dez)
  • Conhecimentos Específicos (15)

Para ser aprovado era preciso não zerar nenhuma das disciplinas, acertar 50% da prova e obter a pontuação mínima em cada disciplina - três pontos em Português, um em Raciocínio Lógico, três em Conhecimentos Gerais e oito (nível superior) ou cinco (nível médio) em Conhecimentos Específicos. 

Existe a melhor técnica de estudos para concursos?

A prova de redação, aplicada no mesmo dia do exame de múltipla escolha, também teve caráter eliminatório e classificatório. Foram propostos dois temas no momento da aplicação, dos quais os candidatos puderam escolher um. 

O texto deveria ter entre 20 e 30 linhas para os cargos de níveis médio e médio/ técnico; e entre 30 e 40 linhas para os de nível superior. A pontuação máxima era de 20 pontos, mas para ser aprovado era preciso alcançar, pelo menos, dez. 

Redação para Concursos - Curso completo

Curso de formação teve duração de dois meses

Os aprovados na primeira etapa do concurso foram convocados para a segunda, que consistiu no curso de formação. Este foi realizado sob responsabilidade da Escola de Gestão e Políticas Públicas da Fundação Ceperj, com duração de dois meses. 

A etapa também teve caráter eliminatório e classificatório. O curso foi desenvolvido em dez módulos, divididos em dois blocos, sendo um com disciplinas comuns a todos os cargos e outro com disciplinas específicas. O curso valia até 100 pontos. 

Durante essa etapa, os selecionados recebem uma bolsa-auxílio por dedicação exclusiva, Na época, o valor era de R$2.045 para cargos de nível superior e R$1.673 para os cargos de níveis médio e técnico. 

Fui convocado para o curso de formação. A vaga é minha?

Novo concurso do Degase terá vagas de agente

No novo concurso do Degase, que já tem comissão formada, são esperadas 332 vagas de agente socioeducativo. As oportunidades, em um primeiro momento, serão todas para trabalhar na cidade do Rio de Janeiro.

A remuneração dos agentes atualmente é de R$2.822,57, valor composto por R$2.572,57 de salário base e R$250 de auxílio-transporte. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação. O requisito é o nível médio completo. 

A seleção é fruto de uma cobrança da Justiça, que intimou o Estado a estudar o impacto financeiro da criação de 332 vagas. O estudo foi realizado e o órgão enviaria o projeto de lei para aprovação na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Concurso Degase 2011: Justiça determina nomeação e posse de aprovados





Comentários