Concurso DPE-SP: divulgado o resultado da avaliação de títulos

A Defensoria Pública do Estado de São Paulo publicou o resultado da prova de títulos e o definitivo da prova oral.

Foi publicado o resultado da etapa de avaliação de títulos do concurso DPE-SP para a carreira de defensor. Essa é a última etapa da seleção destinada à Defensoria Pública do Estado de São Paulo.

O documento com o resultado está disponível no site da Fundação Carlos Chagas, a banca organizadora. Além disso, também foi disponibilizado o resultado definitivo da prova oral.

Com a conclusão dessas etapas, em breve será divulgado o resultado final do concurso e a homologação, em seguida. Assim que o concurso for homologado começará a contar o prazo de validade e serão iniciadas as convocações.

A etapa de avaliação de títulos é apenas classificatória e não visa eliminar. Todos os candidatos podem participar. Nessa fase, os pontos obtidos são somados ao que o candidato já conquistou, podendo subir na classificação final.

Já as provas orais foram realizadas nos dias 5, 6 e 7 de novembro, sendo pela manhã às 9h e à tarde às 14h. As convocações foram feitas por meio de três editais diferentes.

(Foto: SEE-SP)
DPE-SP finaliza mais duas etapas e publicará resultado final em breve
(Foto: SEE-SP)

Concurso DPE-SP foi composto por diversas etapas

Os concorrentes ao concurso da Defensoria Pública do Estado de São Paulo foram avaliados por meio de várias etapas. De início, foram três provas, sendo a primeira objetiva, e as demais escritas, sendo todas com caráter eliminatório e classificatório.

A prova objetiva foi realizada em 14 de abril, com 88 questões. Foram cobradas as disciplinas de Direito Constitucional; Direito Administrativo e Direito Tributário; Direito Penal; Direito Processual Penal; Direito Civil e Direito Empresarial.

O exame aconteceu pela manhã, na Universidade São Judas, Unidade Mooca (Rua Taquari, 546, São Paulo). O fechamento dos portões aconteceu às 9h e o exame teve duração máxima de quatro horas e meia.

Nas provas escritas, o edital previa aplicação para os dias 8 e 9 de junho, respectivamente. No entanto, um ocorrido no primeiro dia fez com que a FCC decidisse pelo adiamento da segunda avaliação, após um candidato ter recebido por engano o caderno de rascunho da terceira prova, que aconteceria no dia seguinte.

A banca dividiu aplicada a terceira prova no dia 14 de julho para todos os candidatos. Para a segunda prova escrita, foram cobradas oito questões dissertativas, sendo duas de cada uma das seguintes disciplinas: Direito Constitucional, Direito Penal, Direitos difusos e coletivos, além do Direito da Criança e do Adolescente.

Na terceira foi o mesmo formato, sendo cobradas as disciplinas de Direitos Humanos, Direito Civil, Princípios e Atribuições Institucionais da Defensoria Pública do Estado e Filosofia do Direito e Sociologia Jurídica.

Concurso DPE-SP tem ganhos de R$12 mil

O edital do concurso DPE-SP para a carreira de defensor público foi publicado no dia 16 de fevereiro, como anunciado pelo órgão. A oferta é de 40 vagas imediatas mais a formação de um cadastro de reserva.

Quem figurar na lista de espera poderá ser convocado durante todo o prazo de validade do concurso, que será de dois anos, podendo chegar a quatro com a prorrogação. O regime de contratação será do estatutário.

A exigência é de ser bacharel em Direito e ter experiência de prática jurídica de, pelo menos, três anos comprovadas. A carreira proporciona uma remuneração inicial de R$12.720, que pode aumentar com os benefícios

Comentários