Concurso DPE-SP divulga convocação para a primeira prova escrita

A Defensoria Pública do Estado de São Paulo realizará a primeira prova do concurso de defensor e já convocou os candidatos.

A primeira fase do concurso DPE-SP para o cargo de defensor público será realizada no próximo domingo, 14. O edital de convocação já foi divulgado e os candidatos podem conferir qual será o local de aplicação da prova escrita.

Local de prova DPE-SP

A primeira prova escrita acontecerá na na Universidade São Judas, Unidade Mooca (Rua Taquari, 546, São Paulo), pela manhã, com o fechamento dos portões às 9h. Os candidatos terão quatro horas e meia para concluir toda a avaliação.

Nesse primeiro exame, serão cobradas 88 questões. Os candidatos responderão a diferentes disciplinas, sendo elas: Direito Constitucional; Direito Administrativo e Direito Tributário; Direito Penal; Direito Processual Penal; Direito Civil e Direito Empresarial.

• 5 passos para evitar a procrastinação
• Como manter a concentração nos estudos para concursos?

O concurso DPE-SP contará ainda com outras duas provas, que já têm datas definidas, sendo:

  • Segunda prova escrita - 8 de junho, tarde;
  • Terceira prova escrita - 9 de junho, tarde.

A segunda prova escrita será composta por oito questões dissertativas, sendo duas de cada uma das seguintes disciplinas: Direito Constitucional, Direito Penal, Direitos difusos e coletivos, além do Direito da Criança e do Adolescente.

Para a terceira prova, será cobrada a mesma quantidade de questões, mas agora sendo nas disciplinas de Direitos Humanos, Direito Civil, Princípios e Atribuições Institucionais da Defensoria Pública do Estado e Filosofia do Direito e Sociologia Jurídica.

DPE-SP realizará primeiro dia de provas (Foto: SEE-SP)
DPE-SP realizará primeiro dia de provas do concurso para defensor
(Foto: SEE-SP)

Concurso DPE-SP registra 9 mil inscritos

O concurso para a Defensoria Pública do Estado de São Paulo recebeu mais de 9 mil inscrições. De acordo com a estatística divulgada pela Fundação Carlos Chagas, a organizadora da seleção, foram 9.444 concorrentes que tiveram as inscrições deferidas.

Desse total, 184 concorrerão como deficientes e 795 como negros ou indígenas. Todos os demais disputam em ampla concorrência. Além das três provas, haverá ainda outras duas etapas, como prova oral e de títulos, mas para essas as datas ainda não foram divulgadas.

• Estuda e trabalha? Saiba como superar esse desafio

A Defensoria de São Paulo oferta 40 vagas para o cargo de defensor público mais a formação de um cadastro de reserva para ser preenchido durante todo o prazo de validade, de dois anos prorrogáveis.

A carreira exige bacharelado em Direito e experiência de prática jurídica de, pelo menos, três anos comprovadas. A lei prevê vencimento inicial de R$12.720, que pode aumentar com os benefícios. O edital não traz o valor exato da remuneração.

Baixe e-book gratuito!

Como ser um concurseiro





Comentários