Concurso DP-DF convoca defensores para etapa de prova oral

A Defensoria Pública do Distrito Federal divulgou a convocação para as provas orais do concurso público de defensor

Os aprovados no concurso DP-DF para defensor público foram convocados para a próxima fase da seleção. Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal a o edital de resultado final da prova discursiva junto com a convocação para a realização das provas orais.

A prova oral será a penúltima etapa do concurso da Defensoria Pública do Distrito Federal, com caráter eliminatório e classificatório. Os exames ocorrerão de 6 a 8 de dezembro.

De acordo com o edital de convocação, em cada dia de aplicação os candidatos serão avaliados em dois períodos, com o primeiro tendo início às 12h e o segundo, às 15h. Cada período terá aproximadamente três horas de duração.

No entanto, tais períodos poderão ter duração maior em casos fortuitos ou de força maior, conforme explicado no edital de convocação. Em cada período, os candidatos permanecerão isolados em uma sala de espera.

Assim que conduzido até a sala, o candidato terá até dez minutos para ler (silenciosamente ou em voz alta) e responder a questão que lhe for entregue, como também responder a arguição da banca examinadora.

(Foto: Divulgação)
Concurso DP-DF convoca defensores para a próxima etapa (Foto: Pixabay)

O exame será dividido em três grupos. O primeiro grupo fará no dia 6 de dezembro, enquanto que o segundo, 7, e o terceiro, 8, com cada um valendo 20,00 pontos, sendo eles:

Grupo I: Direito Administrativo, Direito Constitucional e Direitos Difusos e Coletivos;
Grupo II: Direito Civil, Direito Processual Civil e Direito do Consumidor; e
Grupo III: Direito Penal, Direito Processual Penal e Direitos Humanos

Concurso DP-DF tem ganhos de R$24 mil

edital de abertura do concurso DP-DF foi publicado em março desse ano e trouxe uma oferta de 12 vagas efetivas e imediatas para o cargo de defensor. Haverá, ainda, a formação de um cadastro de reserva para ser preenchido durante todo o prazo de validade, que será de dois anos podendo chegar a quatro.

Um dos principais atrativos da carreira é a remuneração inicial de R$24.668,75. Para concorrer, é necessário nível superior em Direito na modalidade bacharel, além de ter o registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelo menos dois anos de prática forense.

A prova objetiva do concurso foi aplicada em junho, com caráter eliminatório e classificatório, cobrando 200 questões, distribuídas por meio das seguintes disciplinas:

- Direito Administrativo;
- Direito Constitucional;
- Direito Civil;
- Direito Processual Civil;
- Direito Penal e Criminologia;
- Direito Processual Penal;
- Direito da Criança e do Adolescente;
- Direito do Consumidor;
- Direitos Difusos e Coletivos;
- Direito Empresarial;
- Direitos Humanos;
- História, Organização, Princípios e Normas Institucionais da Defensoria Pública e da Defensoria Pública do Distrito Federal;
- Filosofia Jurídica
- Sociologia Jurídica
- Conhecimentos sobre o Distrito Federal 

Já as provas discursivas foram realizadas em dois dias: 14 e 15 de setembro, sempre com início às 13h. No dia 14, os candidatos realizaram uma peça processual e quatro questões sobre Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direitos Humanos, Direito Penal e Direito Processual Penal. No dia 15, as mesmas provas com as disciplinas de Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito da Criança e do Adolescente, Direitos Difusos e Coletivos e Direito do Consumidor.

A última etapa será composta por avaliação de títulos, apenas classificatória. Serão convocados para essa etapa apenas os aprovados na fase anterior.

Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

E-books 
Provas para download
Artigos sobre concursos
Editais verticalizados
Vídeos com dicas 

Comentários