Concurso CVM: enviado pedido de 115 vagas nos níveis médio e superior

Novo pedido de concurso CVM foi enviado ao Ministério da Economia com previsão de 115 vagas nos níveis médio e superior.

O novo pedido de concurso CVM 2021 para 115 vagas nos níveis médio e superior foi protocolado no Ministério da Economia. O envio foi confirmado à reportagem da FOLHA DIRIGIDA nesta segunda-feira, 1. 

A Comissão de Valores Mobiliários já havia divulgado o número de vagas e carreiras que seriam solicitadas, mas a demanda ainda não havia sido encaminhada ao Governo. Agora, o pedido foi oficializado.

A CVM e todos os demais órgãos vinculados ao Poder Executivo Federal tiveram até o último domingo, 31, para apresentar solicitações visando a abertura de concursos em 2021. Bacen, PRF, Tesouro Nacional e outros também enviarem pedidos. Saiba mais:

Concursos federais 2021: confira as vagas previstas em novos pedidos 

Pedido de concurso CVM é para níveis médio e superior

Todos os anos a autarquia solicita aos órgãos competentes a realização de novos concursos. Este ano, o pedido da CVM submetido ao Ministério da Economia, com vistas à sua aprovação para 2021, contempla 115 vagas. Sendo: 21 Inspetores, 45 Analistas e 49 Agentes Executivos.

Os dois primeiros cargos (inspetor e analista) exigem o nível superior. Ambos têm remuneração inicial de R$19.655,06. O valor já inclui o auxílio-alimentação de R$458. 

As vagas de analista exigem graduação em áreas específicas, conforme as especialidades que são especificadas no edital de cada concurso. No caso do concurso CVM 2021, ainda não se sabe quais áreas seriam concorridas, se a seleção for autorizada. Já para inspetor é aceito qualquer curso de graduação.

Para agente executivo, o requisito principal é o nível médio. A remuneração inicial é de R$7.647,98, também já incluindo o auxílio-alimentação. 

Resumo do concurso CVM 2021

Vagas: 115
Carreiras: agente, inspetor e analista
Escolaridade: níveis médio e superior
Remuneração: R$7 mil a R$19 mil
Status: aguardando autorização


Assim como todos os demais órgãos vinculados ao Poder Executivo Federal, a CVM depende de uma autorização prévia do Ministério da Economia para realizar concursos. Por isso, previsões a respeito da publicação do edital só poderá ser estipuladas mediante o aval da Pasta.

Novo pedido de concurso CVM é para 115 vagas
(Foto: Reprodução)


Autarquia não tem concurso público vigente

Um ponto que reforça a necessidade de se abrir um novo concurso CVM, é que a seleção anterior perdeu a validade em 2014. Ou seja, desde então não contratados novos servidores efetivos. E isso só poderá ser feito quando um novo edital for homologado. 

"O último concurso para preenchimento de vagas junto à CVM foi realizado em 2010 (válido por dois anos, prorrogado por igual período). Na ocasião, foram ofertadas 150 vagas para os cargos de Inspetor, Analista e Agente Executivo, preenchidas entre os anos de 2011 e 2014. Desde então, a Autarquia vem solicitando aos órgãos competentes a realização de novos concursos (...)."

A organizadora da seleção foi a Esaf. No caso de analista, as especialidades concorridas eram nas áreas de Contabilidade, Recursos Humanos, Arquivologia e Biblioteconomia.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetiva e de redação. As disciplinas cobradas variavam de acordo com a escolaridade da vaga. Para o nível médio eram:

  • Língua Portuguesa;
  • Estrutura do Mercado de Valores Mobiliários;
  • Conhecimentos Básicos de Administração;
  • Conhecimentos Contemporâneos;
  • Administração Pública.


Já as provas de nível superior tiveram questões sobre:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • Matemática Financeira;
  • Estrutura do Mercado de Valores Mobiliários;
  • Contabilidade;
  • Auditoria;
  • Funcionamento do Mercado de Valores Mobiliários e Economia, entre outras matérias.