Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso CVM: autarquia confirma pedido para novo edital

Por meio de sua Assessoria de Imprensa, a CVM confirmou o envio do pedido de concurso para ingresso de servidores em 2020.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) confirmou o pedido de novo concurso para ingresso de servidores em 2020. A Assessoria de Imprensa da autarquia informou à FOLHA DIRIGIDA que a autorização será analisada pelo Ministério da Economia, sem previsão de retorno.

As solicitações para concursos federais puderam ser feitas somente até o dia 31 de maio. No caso da CVM, atualmente, há 155 cargos vagos. Porém, segundo a autarquia, “não representam necessariamente o quantitativo de vagas solicitado no pedido de concurso”.

Dos cargos em aberto, 21 são de inspetor, 42 de analista e 92 de agente executivo. Os dois primeiros cargos exigem nível superior. Para inspetor é preciso ter diploma em qualquer especialidade. Já para analista, nas áreas descritas em edital. Os ganhos de R$18.515,95 para ambos.

Já a carreira de agente executivo tem como pré-requisito o ensino médio completo e remuneração de R$7.221,38. Os valores já contam com o auxílio-alimentação de R$458.

• Concursos federais 2019: mais de 18 mil vagas pedidas ao Governo

CVM solicita novo concurso para ingresso de servidores
(Foto: Agência Brasil)

 

O último concurso CVM foi realizado em 2010, com prazo de validade de quatro anos. Na ocasião, foram ofertadas 150 vagas para os cargos de inspetor, analista e agente executivo, preenchidas entre os anos de 2011 e 2014.

A autarquia esclareceu que, desde então, solicita aos órgãos competentes a realização de novos concursos. Em 2018, por exemplo, a CVM encaminhou, ao então Ministério da Fazenda, seu pedido de concurso público com vistas à sua aprovação para 2019.

“Os quantitativos por cargo foram: 19 Inspetores, 35 Analistas e 86 Agentes Executivos. Entretanto, tendo em vista o disposto no Ofício nº 110303/2018-MP da Secretaria de Gestão de Pessoas - MPDG, emitido em 14/12/2018, não houve autorização por parte daquele Ministério”, consta em nota enviada à reportagem.

Segundo um levantamento feito pela própria CVM, o déficit de pessoal chegaria a 31% no final de 2018. Essa porcentagem inclui os agentes executivos, analistas e inspetores.

• CVM: falta de concurso gera sobrecarga, afirma executiva da autarquia

Último concurso CVM teve provas objetivas e discursivas

Na última seleção para CVM, algumas das especialidades exigidas para analista foram: Contabilidade, Recursos Humanos, Arquivologia e Biblioteconomia. Em geral, os concursos da autarquia são organizados pela Esaf.

Essa banca aplica aos concorrentes dos três cargos questões objetivas e uma redação. Para carreira de nível médio as disciplinas cobradas na seleção de 2010 foram:

  • Língua Portuguesa;
  • Estrutura do Mercado de Valores Mobiliários;
  • Conhecimentos Básicos de Administração;
  • Conhecimentos Contemporâneos;
  • Administração Pública.

Acesse cursos de preparação para concursos: 

Para nível superior as questões poderiam variar conforme o cargo e a área, sendo algumas delas: 

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • Matemática Financeira;
  • Estrutura do Mercado de Valores Mobiliários;
  • Contabilidade;
  • Auditoria;
  • Funcionamento do Mercado de Valores Mobiliários e Economia, entre outras.

A CVM contrata pelo regime estatutário, que garante a estabilidade ao servidor público.

Prepare-se para o concurso CVM: 

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários