Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Conheça os planos de gestão da candidata Alzimara Bacellar

Militante do movimento das mulheres, a funcionária pública estadual Alzimara Bacellar é a única candidata do sexo feminino a concorrer à Prefeitura de Curitiba. É também fundadora do Partido Pátria Livre (PPL) na capital, que preside há 15 anos, diretora licenciada da Confederação das Mulheres do Brasil e presidente licenciada da Federação das Mulheres no Paraná.  

Militante do movimento das mulheres, a funcionária pública estadual Alzimara Bacellar é a única candidata do sexo feminino a concorrer à Prefeitura de Curitiba. É também fundadora do Partido Pátria Livre (PPL) na capital, que preside há 15 anos, diretora licenciada da Confederação das Mulheres do Brasil e presidente licenciada da Federação das Mulheres no Paraná.
 
Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, Alzimara destacou seus principais planos de gestão. Na área de infra-estrutura da cidade, por exemplo, a candidata aposta no planejamento do transporte e do trânsito de forma científica, identificando o padrão de mobilidade dos moradores de cada bairro, para que haja uma melhora significativa no transporte coletivo da cidade. "Cada trajeto deve possibilitar ao usuário o conhecimento do percurso, as opções de integração, pontos de transbordo, horários e o tempo total utilizado desde o ponto de sua origem até seu destino final", disse.

As propostas para a Segurança Pública incluem dobrar o número de profissionais da Guarda Municipal, para que o trabalho de prevenção ocorra em maior número de locais e em articulação com a Polícia Militar. Com relação as UPS, a candidata considera uma iniciativa importante, mas frisa a importância da prefeitura investir nas regiões que receberam o programa. "É muito importante que a prefeitura desenvolva toda uma programação de inclusão dessas comunidades, através do esporte, lazer, capacitação profissional e oportunidades de empregos para os jovens. Enfim, investir nas pessoas", frisou Alzimara.

Entre os investimentos na Educação, a servidora diz que haverá necessidade de ter novos concursos públicos para atender ao contraturno nas escolas municipais e às 125 novas instituições que pretende inaugurar. A candidata ainda mencionou a construção de 125 equipamentos de Educação Infantil. "Propomos que tenha o nome de Jardim de Infância, para educar as crianças de 0 a 6 anos de idade, com uma média de atendimento de 200 crianças nos nove Núcleos Regionais de Educação do Município, possibilitando um aprendizado de qualidade", informou Alzimara.

Na Saúde, o investimento será na contratação de mais profissionais, dando ênfase na admissão de médicos, além de implantar um plano de cargos e salários para os profissionais. Aumentar investimentos na atenção básica, construir 50 Unidades de Saúde e quatro novos hospitais municipais, fortalecer a luta pela ampliação dos recursos federais para a Saúde, ampliar de 10 para 20 o número de unidades para atendimento de psiquiatria e apoiar o fortalecimento do Programa de Saúde da Família para atingir 100% de cobertura na cidade, são alguns dos planos da candidata para o setor.

Para evitar as greves na Educação e na Saúde públicas, Alzimara apontou ser necessário rever toda a política de pessoal adotada pela atual gestão, melhorar os salários dos profissionais, que tem sido uma constante nas diversas mobilizações da categoria, além de investir nos planos de cargos. Com relação a Copa do Mundo, a candidata acredita ser preciso investir firmemente na construção de habitações para quem tem renda de até três salários mínimos, na despoluição dos rios e nos coletadores de material reciclado, dando apoio as suas organizações coletivas.
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações