Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Correios reconhecem carência de 20 mil, diz federação

Segundo o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), José Rivaldo, carência é reconhecida pela própria empresa. Categoria irá lutar por concurso e melhores condições de trabalho e promete greve geral a partir de setembro, caso não tenha pauta de reivindicações atendida. Há exigência de concursos em até seis meses após a assinatura do acordo coletivo de trabalho deste ano. Empresa chegou a anunciar concurso para carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87), mas seleção foi suspensa.  

Segundo o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), José Rivaldo, carência é reconhecida pela própria empresa. Categoria irá lutar por concurso e melhores condições de trabalho e promete greve geral a partir de setembro, caso não tenha pauta de reivindicações atendida. Há exigência de concursos em até seis meses após a assinatura do acordo coletivo de trabalho deste ano. Empresa chegou a anunciar concurso para carteiro (remuneração de pelo menos R$2.885,37) e operador de triagem e transbordo (R$2.348,87), mas seleção foi suspensa.  
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações