Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Candidatos apostam nos pontos fortes do concurso

Ansiosos pela divulgação do edital, muitos já iniciaram a preparação para o concurso dos Correios, que prevê a contratatação de cerca de 6 mil novos funcionários. De um modo geral, os futuros candidatos entrevistados pela FOLHA DIRIGIDA destacaram que a conquista de uma vaga nessa seleção representará uma melhora de vida por meio de uma estabilidade financeira. Veja abaixo os depoimentos:

Ansiosos pela divulgação do edital, muitos já iniciaram a preparação para o concurso dos Correios, que prevê a contratatação de cerca de 6 mil novos funcionários. De um modo geral, os futuros candidatos entrevistados pela FOLHA DIRIGIDA destacaram que a conquista de uma vaga nessa seleção representará uma melhora de vida por meio de uma estabilidade financeira. Veja abaixo os depoimentos:

"Estou fazendo o concurso dos Correiros devido à estabilidade. Irei concorrer às vagas de operador de triagem e transbordo. Saber que vão contratar cerca de 6 mil é um atrativo que me faz querer estudar mais. Minhas aulas são na terça e na quinta, mas complemento meus estudos em casa também. Tenho estudado cerca de cinco horas por dia. Meu sonho, depois que passar no concurso, é poder comprar uma casa própria e um carro, além de conseguir futuramente outras oportunidades."
Manuel Afonso Magalhães, 36 anos
nível superior, estudante


"Tenho me dedicado bastante para o concurso dos Correios, pois assim conseguirei a minha estabilidade financeira. Estou participando também pela oportunidade de melhorar de vida. Essa é a segunda tentativa. Dessa vez irei concorrer para o cargo de operador de triagem e transbordo. Trabalho bastante e, por isso, tenho estudado apenas durante as aulas do curso preparatório que frequento, além dos finais de semana. Para ser aprovado, eu tenho deixado de sair com os amigos."
Jorge André de Paula, 41 anos
nível superior, autônomo


"O concurso representa pra mim uma possibilidade de estabilidade, pois os Correios é uma instituição séria. É a primeira vez que estou tentando, e irei concorrer para o cargo de atendente comercial. Tenho aula duas vezes por semana em um preparatório. Estou estudando em casa durante três horas por dia. Sei que preciso me dedicar, focar nos estudos. Para passar, estou deixando de lado coisas que gosto muito. É um sacrifício que, futuramente, valerá a pena."
Diogo da Costa, 24 anos
nível médio, comerciante


"Estou estudando para vários concursos, e o Correios é um deles. Irei participar porque, sendo aprovada, vou ter garantia de estabilidade e poder contar com meu dinheiro certo todo fim de mês. Essa é a segunda vez que estou tentando, e dessa vez vou prestar para o cargo de atendente comercial. Estou muito esperançosa, pois estou me dedicando aos estudos. Fico acordada até mais tarde, além de levantar cedo somente para estudar, pois assim tenho chances de ser aprovada."
Simone Lima, 36 anos
nível superior, psicóloga


"Vou participar do concurso para aumentar o meu padrão de vida, além da garantida de estabilidade financeira que o emprego pode me dar. Irei concorrer ao cargo de carteiro. Essa é minha primeira tentativa. Como tenho pouco tempo, estudo apenas durante as aulas do cursinho. Saio do trabalho e venho direto para cá. Não acredito que existam sacrifícios, mas sim em esforços que serão recompensados lá na frente quando alcançar o meu objetivo, que é ser aprovado."
Bruno Pinheiro, 29 anos
nível médio, operador de telemarketing


"Tenho bastante interesse em passar em um concurso público devido à estabilidade. Venho estudando para vários. Essa é a primeira vez que irei tentar para os Correios e vou concorrer ao cargo de atendente comercial. Para isso, estou deixando de sair no final de semana apenas para me dedicar aos estudos. Se eu for aprovado, pretendo fazer investimentos, pois não quero sair gastando o dinheiro à toa, além de continuar me dedicando para outros concursos melhores."
Rodrigo Magno, 25 anos
nível superior, estudante


"Vou concorrer às vagas de atendente comercial. O que me levou a participar do concurso foi o número de vagas, que é bastante grande. O salário também é bem atrativo. As matérias são fáceis e tenho me dedicado a estudar durante quatro horas quase todos os dias em casa, e também no cursinho. Como ainda não há uma previsão de quando será a prova, eu consigo aproveitar os finais de semana para sair. Deixo de estudar apenas no domingo, que é o dia em que gosto de relaxar."
Paula Araújo, 22 anos
nível superior, esteticista


"Acredito que o concurso é uma grande chance de melhorar a minha vida, já que o salário é atraente. Vou concorrer às vagas de atendente comercial. Moro em Mesquita e faço grandes sacrifícios para estar aqui no cursinho. Um deles é o gasto com passagem. Como tenho uma filha, que me toma grande parte do dia, tenho pouco tempo para estudar. Em casa, eu estudo diariamente cerca de uma hora em média, onde leio toda a matéria dada no preparatório."
Patrícia de Carvalho, 33 anos
nível médio, estudante

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações