Concurso Confere: conselho assegura contratações imediatas

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o Confere falou sobre benefícios, convocações e importância das atividades da instituição. Confira!

Quem está de olho no concurso Confere 2019 tem bons motivos para se dedicar a essa seleção. Além dos salários atrativos, que podem chegar aos R$5.635,00 — dependendo da função a ser exercida —, a perspectiva de chamadas de excedentes é positiva.

Em resposta à FOLHA DIRIGIDA, o Confere — Conselho Federal dos Representantes Comerciais — informou que a contratação dos aprovados dentro do número de vagas será imediata, logo após a publicação do resultado final, programado para 10 de outubro.

Além disso, os classificados nas oportunidades destinadas à formação de cadastro de reserva deverão, segundo o Confere, ser aproveitados ao longo do prazo de validade do concurso, de dois anos, podendo dobrar.

De acordo com o conselho, a expectativa é a aprovação de funcionários qualificados, nos diversos cargos ofertados, dentro da necessidade e disponibilidade orçamentária. O aproveitamento do cadastro de reserva é uma prática recorrente nos concursos anteriores do Confere.

Quais benefícios são oferecidos pelo Confere?

Muitos interessados no concurso Confere questionaram-se sobre os benefícios oferecidos pelo conselho aos funcionários. Em resposta, o Confere disse que, além dos salários, que variam de R$1.618,00 a R$5.635,00, há direito a vale-refeição, de R$ 49 por dia útil, e vale-transporte, com desconto na forma da lei. O regime de contratação do Confere é o celetista.

A autarquia, que integra a Administração Indireta do Poder Executivo Federal, oferece oito vagas, distribuídas por cargos de níveis médio e superior. Para o nível médio são oferecidas chances nas funções de telefonista e assistente administrativo, com cargas de trabalho de 30h e 40h, respectivamente.

Quem tem o nível superior, poderá concorrer às vagas de assistente jurídico, auditor, contador, programador e administrador. Todos os cargos têm carga de trabalho de 40 horas por semana. Todas as vagas serão para lotação no Rio de Janeiro. 

O Conselho Federal dos Representantes Comerciais (Confere) é a entidade máxima do Sistema Confere/Cores, responsável por regular e normatizar os Conselhos Regionais nos Estados da Federação. Além disso, o órgão tem como atribuição institucional fiscalizar o exercício da atividade de representação comercial.

Diante disso, a entidade aproveitou para alertar sobre a importância das atividades que serão exercidas pelos novos servidores:

De acordo com o Confere, a atividade do conselho é um desafio permanente, pois supervisiona 24 conselhos vinculados, espalhados em todo país. As ações visam, primordialmente, tutelar e garantir direitos de uma fundamental categoria profissional, elo entre o comércio e a indústria, produtores de riqueza nacional.

Candidatos fazendo prova
Provas objetivas do concurso estão marcadas para julho (Foto: Divulgação)

Interessados poderão se candidatar até junho

As inscrições para o concurso permanecerão abertas até o dia 21 de junho. Os interessados devem se candidatar no site do INCP, organizador. A taxa de inscrição no concurso é de R$13,84 para o nível médio e R$14 para nível superior.

Todos os concorrentes serão avaliados por meio de provas objetivas, marcadas para o dia 28 de julho. A avaliação abrangerá questões das seguintes disciplinas:

  • Nível médio: Língua Portuguesa (10), Conhecimentos de Legislação (cinco), Conhecimentos de Informática (cinco) e Conhecimentos Específicos (20);
  • Nível superior: Língua Portuguesa (10), Conhecimentos de Legislação (cinco), Conhecimentos de Informática (cinco) e Conhecimentos Específicos (30);

Para serem aprovados na avaliação, os candidatos deverão alcançar, no mínimo, 50% de acerto no total de pontos da prova. Além disso, não poderão zerar questões de nenhuma disciplina. A prova de nível médio valerá 100 pontos e a de nível superior, 80 pontos.

+ Como fazer concurso público? 7 passos para iniciar a sua preparação
+ 7 dicas de como fazer revisão para concurso público?
+ Como o celular ajuda nos estudos para concursos públicos

Insvista na sua preparação para o concurso Confere

A prova será aplicada em dois turnos. No período da manhã a avaliação será realizada pelos candidatos aos cargos de nível médio, que terão três horas para responder ao exame. 

À tarde será a vez dos que concorrem às funções de nível superior. Esses terão uma hora a mais para responderem a avaliação, ou seja, quatro horas. Isso porque além da prova objetiva, será realizada uma avaliação discursiva, que valerá 20 pontos. 

O objetivo desta prova será avaliar o domínio do conteúdo dos temas abordados. Além da experiência prévia do candidato e sua adequabilidade às atribuições do cargo ao qual concorre.

A avaliação será composta por apenas uma questão. Esta apresentará uma situação prática da rotina de trabalho e o concorrente deverá apresentar a solução para o problema descrito. Por fim, será feita uma verificação de pré-requisitos e comprovação de documentos, para candidatos a todos os cargos.

Como otimizar o seu tempo de estudos?