Concurso Comlurb: conheça os supergaris e onde eles podem atuar!

Os aprovados no concurso Comlurb para gari poderão atuar em diferentes áreas como poda de árvores e em eventos especiais. Confira!

Você sabia que muito mais do que varrer as ruas do Rio de Janeiro, os garis aprovados no concurso Comlurb podem trabalhar em outras especialidades? Como por exemplo, na reforma de parques, no combate a vetores e até na participação de grandes eventos, como o carnaval. Por esses e outros motivos, eles podem ser considerados supergaris!
 
Deseja ser um deles? A boa notícia é que o novo presidente da Companhia de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro, Tarquínio Almeida, tem a intenção de divulgar o edital com até mil vagas para gari  ainda neste ano. Além de exigir apenas o 5º ano do ensino fundamental e oferecer remuneração de R$2,7 mil mais benefícios, a empresa permite que os garis aprovados possam atuar em diversas áreas.
 
Para te mostrar cada uma delas, preparamos uma série com três reportagens. A primeira abordou os diferentes ramos da limpeza que os garis da Comlurb podem atuar. A segunda matéria mostrou em quais coletas eles podem trabalhar. Conheça a seguir as últimas áreas que eles podem trabalhar:

Combate a vetores

Os garis da Comlurb trabalham para manter controlada a infestação de ratos, ratazanas e caramujos africanos nos bairros mais populosos do Rio de Janeiro. Para isso, inspeções e tratamentos são rotineiros.
 
Quando necessário, é realizada a desratização de residências, unidades escolares e creches públicas, unidades hospitalares governamentais, conjuntos residenciais de baixa renda, unidades religiosas, além de outras edificações urbanas.
 
A Companhia também inspeciona, trata e monitora áreas públicas que apresentam problemas, como  terrenos baldios, margens de rios, galerias de águas e esgoto, parques e regiões urbanas de baixa renda, sem saneamento básico ou com saneamento básico ainda precário, onde normalmente se encontram as temidas ratazanas.
 
As equipes são treinadas para os serviços por instrutores operacionais e também para orientar a população no combate a roedores e caramujos.

Poda e remoção de árvore

Desde 2008, a Comlurb também desenvolve o serviço de manejo da arborização urbana em áreas públicas da cidade. A companhia dispõe de engenheiros agrônomos e florestais que, todos os dias, percorrem as ruas da cidade para vistoriar as árvores. Após o laudo fornecido por esses profissionais, a Comlurb faz a poda ou a remoção dos vegetais.
 
Só são removidas as árvores que se encontram mortas (secas), com risco de queda em razão de inclinação ou comprometimento fitossanitário, com alguma praga ou doença. Mensalmente, a Comurb envia para a Fundação Parques e Jardins  a relação de endereços onde são efetuadas remoções e destocas (retirada do tronco) para que a Fundação analise a possibilidade e providencie o replantio.
  
Todos os garis que atuam nesta área são habilitados para o manejo arbóreo e de equipamentos para realização do trabalho, através de cursos com engenheiros agrônomos e florestais. Todos os serviços são realizados com a orientação dos engenheiros. 
 
Para algumas atividades os garis passam por treinamento técnico operacional com técnicos da área de Segurança e da Defesa Civil, aprendem a técnica de rapel e arborismo para fazer poda de árvores em áreas estreitas ou muito íngremes que não permitem acesso dos caminhões, utilizando equipamentos especiais para este serviço.

Reforma de parques e praças

Você sabia que também é papel da Comlurb a poda de árvores, capina, roçada, limpeza, e conservação de parques e praças da cidade? Cabe à empresa fazer o conserto, troca e pintura de brinquedos e mobiliários, além de instalação de telas protetoras para as quadras. Os garis designados para essa área passam por treinamentos específicos para o manuseio dos equipamentos.

Remoção de pichações

Os garis da Comlurb também atuam, de forma permanente, na limpeza de pichações, utilizando produtos especiais. Esse trabalho é feito em viadutos, passarelas, túneis e em muitos outros espaços da cidade como museus, parques, passagens subterrâneas e de pedestres.
 
Exige o treinamento específico para o desempenho da função e no manuseio de produtos que são usados no trabalho como removedor, verniz, tinta, desengraxante, redutor e tinta concreto comum.

Desodorização

A Comlurb ainda realiza a limpeza seguida de lavagem com desodorizante. Essa função exige o treinamento específico para manuseio dos equipamentos, garantindo a segurança e saúde dos garis.

Limpeza nas escolas municipais

A Comlurb é responsável pelos serviços de limpeza, higienização, capina, ceifagem, varrição e conservação nas dependências das unidades escolares do município. Os serviços incluem a varrição e limpeza das áreas livres internas não edificadas e calçadas, varrição e limpeza geral com produto apropriado em todas as dependências internas, exceto cozinha e refeitório.
 
Os garis fazem também a remoção do pó das mesas, conjuntos escolares, armários, estantes, quadros, arquivos, prateleiras, persianas, peitoris e caixilhos de janelas, bem como bebedouros e ventiladores de teto e de pé e os demais móveis existentes.
 
Os funcionários têm o apoio de aparelhos como enceradeiras, espátula, lava-jato e Kit limpa vidros em operações especiais, geralmente aos sábados, para que o ambiente escolar esteja não somente com aparência mais em condição real de limpeza.

Veja outras áreas de atuação dos garis da Comlurb

Você já sonhou em desfilar na Sapucaí em pleno carnaval carioca? Pois os aprovados no concurso Comlurb 2018 poderão desfrutar disso. A Companhia envia garis para realizarem a limpeza da Marquês de Sapucaí entre uma escola de samba e outra. Além disso, a Companhia de Limpeza Urbana participa de outros eventos especiais da cidade, por exemplo, o Rock in Rio.
 
 
Mas, nas situações emergenciais, como o encalhamento de uma baleia na praia de Copacabana, os garis também são acionados. Ou seja, opções de trabalho não faltam para esses funcionários.  
 

Como ocorre a escolha da área de atuação dos garis?

A Assessoria de Imprensa da Comlurb informou à FOLHA DIRIGIDA que os aprovados no concurso, tão logo convocados, passam por um período de integração e por treinamentos nas funções operacionais. Todos os garis devem estar preparados para desempenhar diferentes tarefas dentro da Companhia. Por isso, são treinados periodicamente em cada uma das atividades que podem ser executadas.
 


Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários