Folha Dirigida Entrar Assine

CNMP inicia estudos orçamentários para concurso em 2019

O Conselho Nacional do Ministério Público iniciou os estudos de viabilidade orçamentária para a realização de um novo concurso.

Um novo concurso para o Conselho Nacional do Ministério Público, em Brasília,  poderá ser realizado no próximo ano. De acordo com a Assessoria de Comunicação do órgão, já foram iniciados os estudos de viabilidade orçamentária para a realização de um novo concurso para o quadro permanente. No entanto, ainda não há uma previsão para que o edital seja publicado. A informação foi concedida à FOLHA DIRIGIDA nesta sexta-feira, dia 9.

O Conselho é responsável pela fiscalização do Ministério Público da União e dos Estados. O último concurso para o CNMP foi realizado em 2014. Na época foram ofertadas 87 vagas para técnicos e analistas, que exigem, respectivamente, níveis médio e superior. O prazo de validade dessa seleção terminará em 25 de maio de 2019. Na ocasião as oportunidades foram dividas da seguinte forma:

  • Técnico (nível médio): Administração (45) e Segurança Institucional (4)
  • Analista (nível superior): Direito (18), Desenvolvimento de Sistemas (6), Gestão Pública (5), Comunicação Social (2), Arquivologia (1), Estatística (1), Contabilidade (1); Controle Interno (1), e Suporte e Infraestrutura (1)

CNMP registra nove cargos vagos

Fachada CNMP
Validade do último concurso termina em março de 2019 
(Foto: Reprodução/CNMP)
 

Conforme consta no Portal de Transparência do Órgão há nove cargos vagos atualmente. Dessas, três são para analistas, em qualquer área, cinco para técnico e uma técnico administrativo. 

A atual remuneração para técnicos é de R$ 7.080,21 e de R$ 11.616,61 para analistas. A partir de janeiro de 2019 os valores serão reajustados. Os técnicos passarão a receber R$7.591,37, enquanto os analistas terão um salário de R$12.455,30.

• Você sabe estudar para concursos públicos por questões? Aprenda!

A responsável pela seleção foi a Fundação Carlos Chagas. Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, que consistia em uma Redação. Na prova objetiva foram cobradas disciplinas de Língua Portuguesa, Legislação de Interesse Institucional, Raciocínio Lógico-Matemático e Conhecimentos Específicos.

Invista na sua preparação para o concurso 

Curso de preparação para técnicos 

Curso de preparação para analistas

O ideal para quem está se preparando para concursos públicos é inciar os estudos antes do edital ser publicado. Neste vídeo, a coach em concursos Deborah Cal explica como os concurseiros podem investir em sua preparação mesmo sem edital. Assista!  



Comentários