Concurso Polícia Civil-BA tem resultado final homologado

O concurso da Polícia Civil da Bahia chegou em uma de suas últimas fases. O resultado final foi homologado e aprovados farão psicotécnico.

O concurso Polícia Civil-BA para os cargos de delegado, investigador e escrivão teve o resultado final divulgado e já foi homologado. Agora, os candidatos aprovados farão o exame psicotécnico rumo ao curso de formação.

O documento de resultado final está disponível no portal da Vunesp, a organizadora da seleção. Ele traz a classificação e a nota final de cada candidato, por cargo. A carreira com maior número de aprovados é a de escrivão.

Além do resultado final homologado, a banca também publicou os seguintes documentos:

  • Resultado final da prova de títulos;
  • Resultado final da investigação social; e
  • Convocação para o exame psicotécnico.

+ Quer ser aprovado? Assine a FOLHA DIRIGIDA!

De acordo com a Vunesp, o exame psicotécico está agendado para acontecer no dia 29 de setembro, domingo, na cidade de Salvador, capital baiana. A etapa acontecerá no Centro de Atendimento Educacional Especializado Pestalozzi da Bahia (Avenida Ademar de Barros, s/n, Ondina).

O exame está marcado para acontecer no turno da manhã, com abertura dos portões às 7h e fechamendo às 8h. A banca orienta que os candidatos cheguem com antecedência mínima de 60 minutos.

(Foto: Divulgação)
Polícia Civil-BA homologa concurso para três cargos
(Foto: Divulgação)

Concurso Polícia Civil-BA tem mil vagas em disputa

O concurso da Polícia Civil da Bahia contou com uma oferta de mil vagas. Dessas, 880 são para investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão. A remuneração inicial dos delegados é de R$ 11.389,96 para 40 horas semanais de trabalho.

Já investigadores e escrivães de polícia recebem remuneração inicial de R$3.915,85 também para jornada de 40 horas. Foram  37.676 inscritos apenas que compareceram as provas objetivas, aplicadas em Salvador, compostas por 100 questões de Conhecimentos Gerais e Específicos. 

Candidatos a delegado ainda responderam a um estudo de caso e peça processual, em uma segunda etapa. Já os que desejam uma vaga para investigador e escrivão responderam a questões dissertativas. 

O concurso foi marcado por polêmicas envolvendo a aplicação das provas. Candidatos denunciaram irregularidades no exame do dia 22 de abril do ano passado. Eles alegaram falhas na segurança e do vazamento de imagens feitas durante a prova, e até mesmo da liberação do cadernos de provas.

No entanto, há uma boa notícia para os que sonham com uma vaga. O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou que será aberto um novo concurso para Polícia Civil. O chefe do executivo disse ainda que deverá acontecer ainda este ano

Comentários