Folha Dirigida Entrar Assine

Candidatos denunciam fraude no PC-Bahia. Organizadora nega

A Vunesp, organizadora do concurso da Polícia Civil da Bahia, descartou irregularidades durante a aplicação das provas, no dia 22.

Desde a aplicação das provas da seleção da Polícia Civil da Bahia, no último domingo, 22, o concurso está sendo alvo de polêmica. A primeira delas foi em torno da complexidade das questões apresentadas e do pouco tempo para resolvê-las. A nota de corte das provas do PC-BA também foi alvo de questionamentos . Agora, começam a surgir também denúncias de supostas fraudes, e até mesmo uma petição pública pedindo a anulação do concurso foi feita. 

Entre as possíveis irregularidades, candidatos compartilharam fotos que seriam das questões da prova - que teriam sido fotografadas -, reproduções de conversas de candidatos falavam ainda em envelopes das provas que em alguns lugares não estariam lacrados, entre outras pontos.

Candidatos alegam fraude em concurso PC-BA
Organizadora não confirma frade no concurso PC-BA
(Foto: Divulgação)

Banca nega problemas

FOLHA DIRIGIDA conversou com a organizadora do concurso, a Vunesp, que descartou qualquer irregularidade durante as provas. Em nota, a Vunesp afirmou à FOLHA DIRIGIDA que:

"A aplicação das provas transcorreu dentro da normalidade esperada e sem intercorrências que comprometessem a lisura do certame".

A Assessoria de Comunicação da Fundação para o Vestibular da Unesp reforçou ainda que, todo o material das provas está em trânsito e deverá chegar à Vunesp até a próxima sexta-feira, 27, para ser "minuciosamente avaliado, como de praxe".

Segundo a Vunesp, todas as providências para garantir a lisura do concurso e cumprir à risca o que está previsto no edital serão tomadas. A Fundação confirma ainda que "caso seja verificado qualquer descumprimento editalício, os envolvidos serão excluídos do certame". 

Candidatos fazem petição alegando fraudes no PC-BA

Com o grande volume de reclamações, alguns candidatos se uniram para fazer uma petição pública contra o concurso da Polícia Civil da Bahia alegando irregularidades na aplicação das provas. Com o título "Secretaria de Segurança Pública: Fraude Concurso PC-BA" a petição reunia, até o fechamento desta matéria, na quarta-feira, 25, mais de 1.600 assinaturas. O objetivo dos orgaizadores é chegar a 2 mil signatários. 

Em um grupo do Facebook destinado aos candidatos da seleção PC-BA, o maior número de reclamações estava relacionado ao cargo de investigador

Os candidatos alegam que a Vunesp não fez uma prova condizente com o que costuma cobrar. Também pontuaram que a avaliação não foi bem fiscalizada. Veja o que alguns deles disseram:

Caroline Brandão - "Fugiu completamente do perfil da banca, prova difícil. Fiscalização péssima, mesmo após entrar na sala, uma das candidatas simplesmente ficou com celular. Até ligação ela realizou e ficou no maior papo. E a fiscal, nem aí."

Já a candidata, Denize Mattos da Silva, achou a prova extensa e extremamente complexa para o período de tempo disponibilizado. "Prova de 100 questões objetivas, com duas questões subjetivas. Acho que deveriam ter menos questões ou aumentar o período de resolução da prova, ou até mesmo diminuir a complexidade", disse.

Por outro lado, houve também aqueles que acreditam que as questões estavam de acordo com esperado para cargos de nível superior, porém, a reclamação quanto à extensão das provas foram recorrentes. 

"Como a prova é para nível superior estava adequada, entretanto, muito extensa por haver duas questões de estudo de caso para o cargo de delegado", afirmou a candidata do concurso PC-BA, Daniella Lima.
 

Gabaritos PC-BA já estão disponíveis

Como confirmado pela Vunesp, o concurso da Polícia Civil da Bahia segue em andamento. O gabarito provisório da prova objetiva foi divulgado pela organizadora na segunda, 23. 

O prazo de recurso contra o gabarito ficou disponível entre os dias 24 e 25 de abril, também no site da organizadora.
 



Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários