Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso CGU 2019: órgão pede novo edital ao governo

O concurso CGU 2019 foi solicitado ao Governo Federal. A confirmação partiu da Assessoria de Imprensa do órgão nesta quinta, 6.

O concurso CGU 2019 foi solicitado ao Governo Federal. Quem confirmou foi a Assessoria de Imprensa da Controladoria-Geral da União, nesta quinta-feira, 6.

Após questionada por FOLHA DIRIGIDA, a CGU informou que "solicitou, dentro do prazo estabelecido pelo Decreto nº 9.739/2019, autorização para realização de concurso público".

Os cargos contemplados concurso CGU, de acordo com a CGU, são técnico e auditor federal de finanças e controle. Para o técnico, a exigência é o nível médio completo. A remuneração no início da carreira é de R$6150,36, já com o auxílio-alimentação de R$458. 

Já o cargo de auditor é destinado a graduados em qualquer área. Os ganhos mensais são de R$15.461,70, com o auxílio-alimentação de R$458. A reportagem da FOLHA DIRIGIDA questionou a CGU sobre o número de vagas do concurso. 

Em resposta, o órgão informou que "somente poderá disponibilizar essa informação após autorização do Ministério da Economia para realização do concurso".

Estude para concursos e conquiste sua vaga

Em 2017, pedido para 650 vagas foi enviado

O último pedido de concurso CGU foi encaminhado ao governo em 2017. Na época, o órgão solicitou ao então Ministério do Planejamento 650 vagas de auditor. O cargo de técnico não havia sido contemplado.

Essa solicitação não recebeu autorização. Desta vez, por observar aumento do déficit na carreira de técnico, a CGU optou por incluir o cargo no pedido. É provável que o número de vagas solicitado também tenha aumentado, tendo em vista as recentes aposentadorias.

A situação do quadro de pessoal da CGU é grave, tendo em vista a falta de concursos públicos. Desde 2015, a Controladoria vem tentando aval para realizar novos concursos, mas os pedido foram negados. 

Em 2015, foi enviado ao Ministério do Planejamento um novo pedido para preencher 620 vagas de auditor federal de finanças e controle.

CGU aguarda por autorização para novo concurso (Foto: CGU/Divulgação)
CGU aguarda autorização para realizar um novo concurso
 (Foto: CGU/Divulgação)

Maiores necessidades estão nas unidades regionais

Em entrevista recente à FOLHA DIRIGIDA, o ministro da CGU, Wagner de Campos Rosário, revelou maior déficit de pessoal nas Controladorias Regionais da União (CRUs). "O diagnóstico demonstra carência de pessoal em diversas Unidades Regionaisespecialmente nos estados da Região Norte", disse ele.

Na ocasião, Rosário chegou a revelar que, mesmo com uma autorização para 620 vagas, a CGU não conseguiria resolver o seu problema de déficit de pessoal. Na época, o ministro deu dados que justificam a realização do concurso.

De acordo com Wagner Rosário, o déficit de pessoal no órgão era de 700 servidores. A perspectiva era de aumento da necessidade nos meses seguintes, o que certamente aconteceu, já que nenhum concurso público foi aberto.

A previsão, segundo levantamento da CGU, é que 437 profissionais efetivos da CGU possam se aposentar até 2020, sendo 309 auditores.

Se isso se confirmar, o órgão ficará com apenas 1.802 profissionais na ativa, de 3 mil necessários. “Demonstro especial atenção sobre o tema e tenho procurado agir para o fortalecimento da CGU”, destacou o ministro.

Último concurso CGU aconteceu em 2012

Quem deseja ser aprovado deve começar a estudar mesmo sem edital publicado, para ter mais chances de alcançar o objetivo. Uma boa maneira de começar é pegar como base o edital anterior. O do concurso CGU é do ano de 2012.

Na épora, foram oferecidas 250 vagas e foram contemplados todos os 26 estados mais o Distrito Federal. A banca escolhida foi a Esaf, avaliando os candidatos por meio de provas objetiva, discursiva e investigação social. Por último, foi realizado um curso de formação.

• Concurso CGU: sindicato exige mais empenho do ministro por edital

As áreas contempladas foram Auditoria e Fiscalização (Geral e Infraestrutura), Tecnologia da Informação, Correição e Comunicação Social, concorrendo graduados nas especialidades. O destaque foi a área Administrativa, para graduados em qualquer área. 



Comentários