Casos de sucesso: "meus professores eram os autores dos livros"

Moab Silva, guarda municipal em São João de Meriti-RJ, relembra sua trajetória até a aprovação no concurso. Confira!

A perspectiva de ter um emprego estável e poder ajudar pessoas diariamente com seu trabalho foram os fatores que motivaram Moab Silva a prestar concurso para a guarda municipal de São João de Meriti. O servidor conta que ao observar o trabalho dos guardas nas ruas sonhava em um dia poder exercer a mesma profissão.

“Fiz o concurso no ano de 1999 e minha formatura foi no dia 13 de agosto do mesmo ano. Foi uma alegria e um sonho para mim, pois sempre olhava os guardas nas ruas e admirava o trabalho”, relembra. 

No entanto, o caminho até a aprovação foi longo. Moab conta que começou a se interessar pela carreira pública no início dos anos 90, na época trabalhava como office boy. O primeiro concurso que tentou foi para aeronáutica, em 1993.

“A prova era em um sábado e eu pedi para meu patrão me liberar para fazer o concurso. Ele me liberou, mas na segunda quando cheguei ao trabalho ele pediu para eu assinar o documento de demissão.”

Após esse episódio Moab foi para a cidade de Capim Grosso, na Bahia, para visitar o pai, que não via desde os cinco anos de idade. Chegando lá, percebeu a dificuldade dos estudantes com a disciplina de matemática, sua matéria preferida.

Moab viu nos concursos a chance de mudar de vida

Moab Silva
Moab Silva (Foto: Arquivo Pessoal)

O guarda municipal conta que durante o ensino fundamental estudou em escola pública e foi considerado aluno padrão no colégio, especialmente por seu desempenho na disciplina de Matemática. O ensino médio foi cursado em uma escola particular. 

A instituição preparava alunos para vestibulares e concursos públicos e foi lá que Moab aprendeu a interpretar melhor as questões formuladas para provas de concurso. Posteriormente, o aprendizado adquirido nessa escola foi fundamental na sua preparação para concursos.

enlightenedDicas de como se preparar para concursos públicos

Ao relembrar desses acontecimentos importantes para sua trajetória, Moab não hesitou em ajudar os estudantes de Capim Grosso e abriu um cursinho particular para ensinar aos jovens. No mesmo período prestou concurso para a prefeitura, para o cargo de professor da educação infantil e foi aprovado. 

A diretora da escola em que trabalhava sugeriu que Moab auxiliasse alunos do terceiro ano com a Matemática. O guarda municipal relata que com esse trabalho, ajudou alguns jovens a alcançarem a aprovação em concursos e escolas militares.

Foi também em Capim Grosso que cursou o técnico em Contabilidade e se casou. O servidor voltou ao Rio de Janeiro em 1997. Desempregado, com uma família para sustentar, além da mãe que precisava de sua ajuda, Moab foi trabalhar carregando e descarregando mercadorias em caminhões, ganhando R$15 por dia.

“Tive um filho e fiquei com medo de não conseguir um emprego de carteira assinada. Lia a FOLHA DIRIGIDA em busca de um concurso que eu pudesse fazer”, recorda.

A oportunidade surgiu com a abertura do concurso para a guarda municipal do Rio.

“Fiz a prova e passei, mas no dia do teste físico, um domingo, optei por ir de trem ao local da prova. Entre uma estação e outra o trem quebrou, ficou parado durante uma hora e perdi o concurso.”

O servidor aproveitava seus tempos vagos para estudar

Moab não desistiu. Continuou no seu trabalho com descarga de caminhões e aproveitava o horário do almoço para estudar. Foi um vizinho de Moab que o alertou sobre as inscrições para o concurso da guarda municipal de São João de Meriti.

“Fui fazer minha inscrição já no último dia.”

enlightenedComo não desistir de estudar para concurso público?

O servidor conta que se preparou para as provas sozinho. Sem condições de pagar um cursinho preparatório, Moab estudava à noite ou durante os intervalos no trabalho. Além disso, usava livros que abordassem o conteúdo programático exigido no concurso como referência para sua preparação.

“Os meus professores eram os autores dos livros.”

Em agosto, Moab Silva completará 20 anos de carreira na guarda municipal de São João de Meriti. E o servidor tem muito que comemorar. 

“Estou muito satisfeito nesse emprego, onde fui reconhecido pelo trabalho que faço no dia a dia. Agradeço a Deus pela sabedoria e discernimento que me concedeu para passar nesse concurso.”

Moab deixou, ainda, um recado a todos os concurseiros:

“Desejo a todos que estão se preparando para concurso público que enfrentem seus medos, não desanimem e nunca desistam, pois a vitória é certa!"

Conheça outras histórias inspiradoras:

♦ Conheça o agente da PF que auxilia pessoas para concursos públicos

♦ Casos de Sucesso: conheça o youtuber que foi aprovado no concurso MPU

♦ Casos de sucesso: vaga no concurso estava ‘escrita nas estrelas’

Treine sua mente, com Marcelino Viana 

PLAYLIST

Reprodução automática

Notícias

Treine Sua Mente estreia! Como fazer o autoconhecimento?

Duração: 00:08:21

4222 exibições

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

Notícias

Negociação em concursos públicos. Entenda!

Duração: 00:07:47

2277 exibições

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR

ASSINE

Para ter acesso a este conteúdo, notícias e preparativos

ASSINAR


Comentários