Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Câmara dos Deputados prevê concurso no ano que vem

Câmara dos Deputados prevê concurso no ano que vem

Oferta será para os cargos de técnico legislativo, de nível médio, com remuneração inicial de R$14.322,, e analista legislativo, de nível superior, com iniciais de R$21.502

Está prevista para o ano que vem a realização de concurso da Câmara dos Deputados, em Brasília, para os cargos de técnico legislativo, de nível médio, com remuneração inicial de R$14.322,12, e analista legislativo, de nível superior, com iniciais de R$21.502,29. Apesar de as vagas serem apenas para Brasília, como muito provavelmente também deverá ser o caso das provas, trata-se de uma grande oportunidade inclusive para quem mora no Rio de Janeiro, tendo em vista as atrativas remunerações e a previsão de estabilidade, já que as contratações são pelo regime estatutário.

A previsão do concurso consta no orçamento da União para 2017, enviado ao Congresso Nacional pelo Poder Executivo. A abertura da seleção é atribuída à Coordenação de Recrutamento e Seleção do Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento (Cefor) da Câmara. A oferta de vagas não foi informada. Entretanto, se for considerada a quantidade de vacâncias em ambos os cargos, deverão ser oferecidas até 418 vagas, sendo até 288 de técnico e até 130 de analista. Os dados são referentes a agosto deste ano, com o número de vagas desocupadas podendo aumentar até a abertura do concurso.
 
As remunerações informadas têm como base a tabela de remunerações divulgada pela Câmara dos Deputados e são compostas de vencimento básico, gratificação de representação, gratificação de atividade legislativa e vantagem pecuniária individual. As remunerações ainda têm previsão de reajuste, garantido em lei, de 5% em janeiro do ano que vem, 4,8% em 2018 e 4,5% em 2019.
 

Autorização chegou a ser concedida em 2014

 
A Câmara dos Deputados chegou a ter um novo concurso autorizado no fim de 2014, mas a seleção não se concretizou até então. Segundo a autorização, as vagas de técnico seriam na especialidade de assistente legislativo e as de analistas nas seguintes especialidades: técnico em documentação e informação legislativa, técnico em material e patrimônio, assistente social e analista de informática legislativa.
 
O último concurso da Câmara ocorreu em 2014, com oferta de 113 vagas, das quais 60 para técnico, na especialidade de agente de polícia legislativa, e 53 para analista, nas especialidades de consultor legislativo e consultor de orçamento e fiscalização financeira. Ao todo, 51.789 pessoas se inscreveram no concurso, sendo 39.307 para técnico e 12.482 para analista. A seleção foi organizada pelo Cespe/UnB e compreendeu provas objetivas, discursivas, avaliação de títulos (apenas para nível superior) e prova de aptidão física (somente para candidatos ao cargo de agente de polícia), aplicadas apenas em Brasília.
 
As provas de conhecimentos básicos foram sobre Língua Portuguesa, Legislação, Noções de Informática e Raciocínio Lógico para técnico e Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Espanhola e Processo Legislativo para analista. O concurso teve a validade prorrogada recentemente, até julho de 2018, o que não impede a realização de uma nova seleção no ano que vem, desde que seja para especialidades diferentes.

 


Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações