Concurso da Câmara de Goiânia é homologado. Convocações até dezembro

De acordo com a Câmara, pelo menos 30% dos aprovados dentro da oferta de vagas imediata serão chamados este ano.

Na noite da quinta-feira, 22, foi publicada a homologação do concurso público da Câmara de Goiânia, capital de Goiás. O presidente da Casa, Andrey Azeredo, declarou que as convocações serão iniciadas ainda este ano. 

Acesse a homologação do concurso

O órgão informou a previsão de que, pelo menos, 30% dos aprovados dentro da oferta imediata sejam convocados na primeira chamada. O provimento das vagas será feito de forma gradual, em acordo com o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado entre a Câmara e o Ministério Público. 

Faremos a primeira convocação dos aprovados ainda no meu mandato como Presidente, até o fim do ano. Queremos encerrar o exercício de 2018 com os novos servidores já ingressando aqui.

Presidente da Câmara (Foto: Divulgação)
Presidente da Câmara quer chamar aprovados até final do mandato
(Foto: Divulgação)

Câmara tem iniciais de até R$6 mil

O concurso da Câmara tem oferta de 123 vagas, incluindo a reserva para pessoas com deficiência. Destas, 75 são para contratação imediata e as demais para formar cadastro de reserva. Segundo informações da Universidade Federal de Goiás (UFG), 48 candidatos estão no cadastro, sendo 46 de ampla concorrência e dois para as vagas reservadas. 

Estas pessoas classificadas além da oferta imediata poderão ser chamadas durante a validade do concurso, que será de dois anos, prorrogável por mais dois. As contratações serão feitas pelo regime estatutário, que garante estabilidade. 

Confira edital do concurso da Câmara de Goiânia-GO

As oportunidades do concurso são para as carreiras de assistente técnico legislativo (níveis médio e médio/técnico), assessor técnico legislativo e procurador jurídico (superior). As remunerações são de R$4.379,33 (nível médio) e R$6.737,44 (nível superior) para cargas de trabalho de 30 horas por semana. 

  • Nível médio: agente administrativo; agente de segurança do plenário; editor de vídeo (com experiência); e operador de switcher (com experiência); 
  • Nível médio/técnico: fotógrafo; e técnico em segurança do trabalho;
  • Nível superior: procurador jurídico legislativo; administrador; analista de sistemas; assessor geral; assistente social; biblioteconomista; cerimonialista; contador; designer gráfico; economista; educador físico; enfermeiro do trabalho; médico do trabalho; revisor de texto; secretário executivo; tradutor e intérprete de Libras; e web designer

Fui reprovado no concurso. E agora?



CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE


Comentários