Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso Câmara de São Luís: Justiça determina prazo para nomeações

Juiz determina o prazo para nomeação de todos os candidatos aprovados no concurso da Câmara de São Luís-MA

A Justiça do Maranhão determinou que todos os candidatos do concurso para a Câmara de São Luís que foram classificados dentro da oferta imediata de vagas sejam nomeados em até seis meses. A decisão, desta segunda-feira, 9, é assinada pelo juiz Douglas de Melo Martins, titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos.

A reportagem da FOLHA DIRIGIDA teve acesso, por meio do juiz, à decisão judicial na íntegra. Conforme consta no documento, a Casa deverá nomear 25% do número total de aprovados em dois meses e 37,5% em quatro meses. Até fevereiro (seis meses) todos os aprovados deverão ter sido nomeados. 

Além disso, a Câmara precisará desligar os funcionários contratados sem concurso público após outubro de 1988. Isso deverá ser feito na proporção necessária para cobrir os custos do provimento dos cargos efetivos. 

Passou no concurso e não foi convocado? Saiba seus direitos
Entenda como funciona a ordem de convocação em concursos

(Foto: Reprodução Facebook)
Concurso da Câmara de São Luís teve mais de 18 mil inscritos
(Foto: Reprodução)

Concurso foi homologado em julho deste ano

O concurso da Câmara de São Luís, o primeiro de sua história, foi resultado de um acordo firmado com a Justiça. Os resultados foram homologados em julho, após uma comissão de aprovados cobrar isso na Assembleia Legislativa do Estado.

A seleção tem validade de dois anos, ou seja, até 2021, e ainda poderá ser prorrogada por mais dois. Durante esse período mais pessoas classificadas além da oferta imediata poderão ser convocadas. 

. Concurso Câmara de São Luís-MA: divulgada classificação definitiva

Além das 116 vagas imediatas, os editais contemplam mais 232 chances em formação de cadastro de reserva. As oportunidades foram divididas em dois editais.

Um dos editais é para a carreira de procurador, com seis vagas, das quais duas são para contratação imediata e quatro para formação de cadastro de reserva. Os principais requisitos são curso superior de bacharel em Direito completo e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

O vencimento básico inicial é de R$2.565,05. No entanto, o valor pode chegar a R$6 mil com as progressões, conforme consta na resolução que criou o cargo. A carga de trabalho é de 30 horas por semana.

O outro edital conta com 114 vagas para contratação imediata e mais 228 para formação de cadastro, totalizando 342 oportunidades para o quadro geral.  As oportunidades estão distribuídas entre cargos de níveis médio e superior com iniciais de R$1.251,73 e R$2.565,05, respectivamente. 

A seleção registrou um total de 18.384 inscrições homologadas. O cargo com maior procura foi o de assistente administrativo, de nível médio, com 9.798 pessoas concorrendo a 19 vagas imediatas e 37 em cadastro de reserva. 

Concurso Câmara São Luís-MA: Justiça pede nomeação de aprovados

Sob organização da Fundação Sousândrade, os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. O exame compreendeu 50 questões para as carreiras do quadro geral e 60 para procurador. 

Os candidatos a procurador ainda foram submetidos a uma prova prática, eliminatória e classificatória, que consistiu na na elaboração de uma peça processual.

Comentários