Folha Dirigida Entrar Assine

Concurso Caixa: 'chamada de deficientes respeitará os 5%', diz banco

Em resposta à FOLHA DIRIGIDA, a Caixa Econômica disse que respeitará os 5%, em relação à contratação de deficientes no concurso de 2014.

Após anunciar a chamada de 2 mil deficientes, a Caixa Econômica Federal informou à FOLHA DIRIGIDA, nesta quinta-feira, 27, que respeitará o limite legal de 5%, conforme o edital do concurso Caixa 2014. A instituição também deu detalhes sobre o provimento dos cargos.

De acordo com a Caixa, o edital do concurso de 2014 previu, em seu item 5.1, que "das vagas que vierem a ser oferecidas em cada polo, durante o prazo de validade do concurso, 5% serão providas na forma da Lei nº 7.853/1989 e do Decreto nº 3.298/1999, e suas alterações". Desta forma, a instituição esclarece que:

"A Caixa sempre respeitou as regras do edital e, em decorrência da lei 8.213/91, promoverá as novas convocações de PcD para atingimento do percentual legal, observando-se o limite de 5%", disse.

As convocações resultam de uma ordem judicial. No mês passado, a Justiça do Trabalho ordenou a Caixa a cumprir a Lei de Cotas e, para isso, contratar 2.500 pessoas com deficiência, para se adequar à Legislação. A Caixa Econômica Federal confirmou as convocações no seu site.

O anúncio foi feito durante a cerimônia de assinatura de um contrato que dará R$2,5 bilhões ao Comitê Paraolímpico  Brasileiro (CPB). 

"É a primeira vez, que eu entenda, que 100% dos contratatos serão pessoas com deficiência. A Caixa Econômica é o único banco que não tem os 5% (de funcionários) pela Legislação de pessoas com deficiência. O governo do presidente Bolsonaro vai mudar isso", comentou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Como 5% das vagas do concurso devem ser preenchidas por PcDs, a previsão é que as demais oportunidades abertas sejam ocupadas por candidatos que se classificaram na ampla concorrência. No entanto, em relação a estas chamadas, a Caixa não soube informar quantos serão convocados.

"Não há informação, neste momento, acerca da quantidade de convocações de candidatos para a ampla concorrência", disse a Caixa.

Concurso Caixa Econômica (Foto: Divulgação)
Caixa Econômica convoca candidatos do concurso de 2014
(Foto: Divulgação) 

 

Chamadas do concurso Caixa 2014 foram iniciadas

No último dia 3, a Caixa Econômica Federal deu início ao processo de convocação dos candidatos do concurso de 2014. De acordo com a instituição, os aprovados foram convocados para a realização da etapa de comprovação de requisitos e exames médicos admissionais.

Ainda segundo a Caixa, inicialmente, serão convocados 320 de um total de mil candidatos. A lotação ocorrerá em todo o país. De acordo com o banco, o contato com os aprovados é feito internamente.

Com o andamento do processo, os candidatos poderão acompanhar as convocações no site da Caixa Econômica Federal, na opção "Concurso Público - Admissional". O portal será atualizado, semanalmente, e publicado nas sextas-feiras,.

As convocações dos aprovados no concurso Caixa 2014 foram anunciadas em maio deste ano pelo presidente da instituição, Pedro Guimarães. As chamadas ocorrem simultaneamente ao Programa de Demissão Voluntária (PDV) do banco, que tem por objetivo reduzir 3.500 empregados. 

Estude para concursos públicos!

Curso preparatório

Concurso Caixa tem mais de 30 mil aprovados

O concurso da Caixa Econômica Federal vem se arrastando ao longo dos anos. A última seleção da estatal foi realizada em 2014. Na época, foram oferecidas vagas para os cargos de técnico bancário (nível médio), médico do trabalho e engenheiro (superior). Todas as oportunidades foram para formação de cadastro reserva. 

O concurso Caixa 2014 foi um dos maiores do país e possui mais de 30 mil aprovados no cadastro reserva. A seleção teve mais de 1 milhão de inscritos e foi organizada pelo Cebraspe. 

A validade inicial do concurso era de um ano, podendo ser prorrogada por mais um. Já contando com a prorrogação, o prazo terminaria no dia 16 de junho de 2016 para os técnicos e 26 de junho de 2016 para os médicos e engenheiros. 

No entanto, um processo para convocação dos aprovados tramita desde o início de 2016. Na época, o Ministério Público do Trabalho do Distrito Federal e Tocantins (MPT-DF/TO) ajuizou uma ação para que o banco prorrogasse por tempo indeterminado a validade do concurso, e, assim, tivesse mais tempo para convocar aprovados do cadastro de reserva. 

Acesse notícias sobre concurso da área Administrativa

Enquanto o processo não é finalizado, a validade do concurso Caixa 2014 segue parada, o que significa que o banco pode convocar os aprovados.

"Caixa não será privatizada", diz presidente

No dia 11 de maio, o presidente Pedro Guimarães voltou a afirmar que a Caixa não será privatizada. A declaração foi dada ao jornal Estado de S. Paulo, após falsas informações terem sido publicadas nas redes sociais.

"A Caixa não será privatizada na atual gestão ", garantiu o presidente.

Desde janeiro, quando assumiu o comando do banco, Pedro Guimarães tem reafirmado que a venda da Caixa está fora dos planos e que sua gestão tem trabalhado para reforçar a governança e os pilares da empresa.



Comentários