Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Brigada Militar-RS: coronel fala sobre homologação do concurso

Brigada Militar-RS: coronel fala sobre homologação do concurso

FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com o diretor administrativo da Brigada Militar para saber como será a chamada para o curso de formação.

Se você é um dos concurseiros inscritos no concurso da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, e já está sonhando acordado com a aprovação, temos boas notícias! FOLHA DIRIGIDA conversou com o diretor administrativo do órgão, o coronel José Henrique Botelho, e descobriu o que deve acontecer após a homologação e seus trâmites. Confira!
 
soldados da Brigada

Saiba como serão convocações da Brigada Militar-RS
(Foto: Divulgação)

 
Todo mundo sabe que ser aprovado em um concurso é a parte mais importante de todo processo. Mas e depois da aprovação, o que vem? O que deve acontecer? No caso da Brigada Militar, todos os aprovados precisam passar pelo curso de formação da instituição. E a convocação para o curso depende da capacidade financeira do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. É ele quem libera verba para se organizar as turmas do curso de formação.
 
“É o governo que define se vai chamar, quantos vão chamar e quando. Isso depende da questão financeira também. Acredito que o número de aprovados que será chamado na primeira turma só será revelado após a homologação do concurso”, explicou o coronel Botelho.n
 
Como a seleção oferece 4.100 vagas no total, é improvável também que todos os aprovados sejam chamados de uma única vez, até mesmo por questão de logística. “Provavelmente a totalização de aprovados não será chamada de uma vez”, reforça Botelho.

Entenda como aconteceram as convocações em 2014

Embora o número de aprovados que será chamado dependa do governo, o diretor Botelho contou como aconteceram as convocações para o curso de formação no último concurso do órgão, que foi em 2014.
 
A seleção em questão ofereceu 1.600 vagas de soldado de polícia e 400 para soldado do Corpo de Bombeiros. A primeira turma foi chamada em 2015, com cerca de 180 aprovados. Eles foram chamados para substituir os servidores temporários em janeiro de 2016.
 
Ainda em 2016, mais 1.080 aprovados foram chamados de uma única vez para fazerem o curso de formação.  A última chamada de soldados de polícia aconteceu já em 2017. Foram 420 alunos chamados para fazerem parte do quadro de efetivos da Brigada. Esses últimos, inclusive, estão finalizando o curso agora.

Novos locais de curso poderão ser abertos

Como a quantidade de convocados variou muito por chamada, o diretor reforçou que não há como saber exatamente como acontecerá a convocação neste ano. Ele informou ainda que caso sejam chamados muitos candidatos de uma só vez, é possível que abram mais locais de treinamento para abrigar a todos.
 
“Isso já aconteceu antes e é possível que tenhamos que disponibilizar mais locais de curso. Isso só vamos saber quando tivermos o quantitativo da chamada. Mas também temos escolas de formação nas cidades de Santa Maria, Osório e Montenegro, por exemplo”, diz  o coronel.

Exames de saúde começarão em 7 de março

Os candidatos do concurso da Brigada Militar-RS já passaram pelo exame intelectual e farão agora o exame de saúde. A convocação para esta fase já saiu e chama os primeiros 8 mil classificados na primeira fase.
 
Os exames de saúde, que estão previstos para serem aplicados na Academia de Polícia Militar (Av. Cel. Aparício Borges, nº 2001, Bairro Partenon, Porto Alegre, RS). No caso da Polícia, o exame acontecerá do dia 7 a 14 de março. Já para os bombeiros, será nos dias 5 e 6 de março.

Os concorrentes deverão comparecer ao local com no mínimo uma hora de antecedência munidos de documento de identidade com foto e os exames exigidos em edital.

Concurso deverá ser homologado até junho

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o diretor administrativo da instituição, coronel José Henrique Botelho informou que pretende homologar o concurso até o dia 23 de junho. A intenção é fazer isso antes do período eleitoral de 2018, que impede que qualquer órgão faça contratações depois do dia 10 de julho.
 
A seleção oferece 450 vagas para bombeiros e 4.100 para soldado de polícia. Os cargos exigem nível médio e oferecem vencimento de R$3.760,54 para carga de 40 horas de trabalho semanal.
 
Ao todo, o concurso recebeu 42.520 inscrições.  Para soldado de primeira classe do Corpo de  Bombeiros, 6.935 pessoas se cadastraram. Já para soldado de primeira classe da Brigada Militar, 35.585 candidatos se inscreveram.
 
SEU CONCURSO TEM TESTE FÍSICO? CONFIRA AS DICAS!
 
Um dos segredos dos aprovados em testes físicos de concursos públicos é: preparação antecipada! Não espere as convocações para o TAF saírem para começar os treinos. Confira as dicas do preparador físico Elon Junior, que tem anos de experiência na orientação de concurseiros para esse tipo de exame.

CADASTRE-SE

Para ter acesso a este conteúdo

CADASTRE-SE



Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações