Concurso BRB para advogado tem resultado final divulgado e homologado

Foi homologado o concurso BRB para o cargo de advogado e, a partir de agora, o Banco de Brasília já pode iniciar o processo de convocação.

O Banco de Brasília finalizou o concurso BRB para o cargo de advogado. O resultado final da seleção foi publicado e já está homologado. O aviso foi publicado em caráter definitivo nesta sexta-feira, 20, no Diário Oficial do Distrito Federal. 

Os documentos que oficializam o término do concurso também já foram publicados no site do Instituto Americano de Desenvolvimento - o Iades, organizador da seleção.

A lista final conta com 47 aprovados, sendo três em disputa como deficientes (PcD). O documento traz a nota obtida pelo candidato na prova objetiva mais a nota da prova discursiva e a soma final que crava a classificação.

O concurso BRB visa preencher apenas uma vaga imediata mais formação para cadastro de reserva para a carreira de advogado. Ou seja, caso apresente todos os documentos comprobatórios necessários dentro do prazo, o cargo de provimento imediato será ocupado pelo candidato classificado em primeiro lugar.

Os demais participantes aprovados poderão ser convocados durante o prazo de validade do concurso, que será de dois anos, contados a partir da homologação, até dezembro de 2021, podendo ainda ser prorrogado por mais dois anos.

(Foto: Divulgação)
Concurso BRB foi homologado e já pode convocar aprovados
(Foto: Divulgação)

A carreira de advogado do BRB exige graduação em Direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Este cargo proporciona ganhos iniciais que podem chegar a R$19.530,67.

Além do salário, os convocados poderão contar com participação nos lucros e nos resultados, possibilidade de participação em plano de saúde e na previdência complementar, auxílio refeição/alimentação e auxílio cesta/alimentação.

Concurso BRB teve provas aplicadas em setembro

O concurso público do Banco de Brasília - BRB para o cargo de advogado foi composto por duas etapas, sendo prova objetiva e discursiva. Ambas foram aplicadas em 8 de setembro, com caráter eliminatório e classificatório.

O exame foi composto por 60 questões de múltipla escolha, versando pelas disciplinas de Governança Corporativa e Compliance, Lei Orgânica do Distrito Federal e Regime Jurídico dos Servidores do Distrito Federal, Conhecimentos sobre o Distrito Federal e sobre a Ride e Conhecimentos Específicos do emprego.

Para ser aprovado, era preciso de, no mínimo, 50% da pontuação total. Além de não obter menos que 50% de acertos em cada Conhecimento (Geral e Específico). A prova discursiva aconteceu na mesma data e teve valor de até 20 pontos. Foi eliminado o candidato que obteve nota na prova discursiva inferior a 60%.

Além do edital de advogado, o Banco de Brasília divulgou outros dois concursos. Um soma 12 vagas em carreiras de nível superior, enquanto que o outro oferece 100 oportunidades para escriturário, de nível médio.  

Comentários