Prefeitura de Bonfim-RR abre concurso público para guarda municipal

Prefeitura de Bonfim, em Roraima, abre concurso com 21 vagas de nível médio na carreira de guarda municipal.

A Prefeitura de Bonfim, em Roraima, divulgou nesta quinta-feira, 12, edital de concurso público para contratação de guardas civis municipais. A oferta imediata é de 21 vagas, mas também será formado cadastro de reserva. 

Para concorrer é preciso ter o ensino médio completo, além de idade entre 18 e 40 anos. Das oportunidades, 17 são para pessoas do sexo masculino e quatro para o sexo feminino. As lotações ocorrerão tanto na sede, quanto no interior do município. 

Os guardas civis de Bonfim possuem vencimento básico inicial de R$1.120, podendo ser acrescido de 10% de adicional de risco de vida e 20% de adicional noturno. O Risco de Vida é devido ao guarda em efetivo exercício, na categoria Ostensiva.

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, sujeita a plantões noturnos e outros similares. É admitido o regime de escala de plantões, de doze horas de trabalho por 36 horas de descanso.

Os candidatos aprovados além do número de vagas (21) vão compor o cadastro de reserva, que poderá ser utilizado durante a validade do concurso. O prazo será de dois anos, contados a partir da homologação do resultado, e poderá ser prorrogado por mais dois.

Inscrições para o concurso abrem na próxima semana

Os interessados no concurso da Guarda de Bonfim-RR, poderão se inscrever no período de 8h de 17 de setembro a 22h de 18 de outubro. Os cadastros devem ser feitos por meio do site da Norte Tech Consultoria e Seleções (NTCS), organizadora da seleção.

Para confirmar a participação será preciso pagar uma taxa no valor de R$130, via boleto bancário, até 19 de outubro. As solicitações de inscrição serão acatadas somente após a confirmação do pagamento pelo banco.

(Foto: Reprodução)
Provas objetivas serão aplicadas em novembro
(Foto: Reprodução)

O concurso será composto por duas etapas de avaliação. A primeira etapa compreenderá 5 exames, sendo eles:

  1. prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório - 17 de novembro;
  2. Teste de Aptidão Física (TAF), de caráter eliminatório - 5 e 6 de dezembro;
  3. avaliação psicológica, de caráter eliminatório - 20 de dezembro;
  4. apresentação de exames médicos, de caráter eliminatório - 10 de janeiro de 2020; e
  5. investigação social, de caráter eliminatório - 30 de dezembro.

Na prova objetiva, os candidatos terão até três horas e 45 minutos para responder a 50 questões, sendo dez de Atualidades / Conhecimentos Gerais, cinco de Informática, 15 de Legislação, dez de Língua Portuguesa e dez de Raciocínio Lógico.

O exame será avaliado na escala de 0 a 100 pontos. Será considerado eliminado quem acumular número de acertos inferior a 45% do total de pontos ou zerar qualquer uma das disciplinas. Os habilitados seguirão para as demais fases da primeira etapa.

Na segunda etapa do concurso, os habilitados nos exames anteriores serão convocados para o Curso de Formação Profissional, na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago (APICS), que constitui fase teórica e prática. 

O curso, de caráter eliminatório e classificatório, terá duração de 640 horas, sendo realizado no período de 3 de fevereiro a 30 de abril de 2020. Serão convocados para essa etapa os primeiros 84 classificados na 1ª, sendo 68 do grupo sexo masculino e 16 do grupo sexo feminino. 

Confira o material de preparação para concursos da FOLHA DIRIGIDA:

⇒ E-books 
⇒ Provas para download
⇒ Artigos sobre concursos
⇒ Editais verticalizados
⇒ Vídeos com dicas

Comentários