Concurso Bombeiros-MG: governo analisa novo edital com 500 vagas

O governo de Minas Gerais confirmou estudos para autorização de um novo concurso Bombeiros-MG com 500 vagas de soldado

A autorização para um novo concurso Bombeiros-MG está em análise pelo governo de Minas Gerais. A informação foi confirmada à FOLHA DIRIGIDA nesta quinta-feira, 7, pela Assessoria de Imprensa da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

De acordo com a pasta existe “um pleito para a realização de concurso público para provimento de 500 vagas de Soldado do CBMMG”. No momento, o pedido está em estudo pela área técnica competente da Seplag.

Em seguida, será submetido ao Comitê de Orçamento e Finanças após conclusão da referida análise e manifestação. Em caso positivo, a solicitação irá para sanção do governador Romeu Zema. Para então, ser formada uma comissão para os trâmites internos. Como por exemplo, a contratação da banca organizadora.

O cargo de soldado do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais tem como pré-requisitos o ensino médio completo e idade entre 18 e 30 anos. A corporação, em geral, abre vagas para praças combatentes e praças especialistas.

Na segunda categoria, os interessados devem apresentar, além do nível médio, curso técnico nas áreas descritas no edital.

Bombeiros-MG pode ter autorização para novo concurso com 500
vagas de soldado (Foto: Divulgação)

 

No último edital publicado, em 2018, as áreas contempladas para praças especialistas foram: Motomecanização; Mecânica; eletricista de autos saúde; Saúde, em cargos de técnico em enfermagem e técnico em saúde bucal; Comunicações, nas posições de técnico em informática/rede de computadores e técnico em telecomunicações III.

Para a área de Saúde, foi necessário ter ainda altura mínima de 1,60m. Os classificados no concurso CBM-MG recebem R$3.506,40, na graduação de soldado de 2ª classe. Após a conclusão das aulas, a remuneração passa para R$4.098,42, correspondente ao cargo de soldado de 1ª Classe dos Bombeiros. 

Os valores são do último concurso Bombeiros-MG, realizado no ano passado. A oferta também foi de 500 vagas para soldados. A validade foi de 30 dias, cabendo prorrogação por igual período. Dessa forma, o governo pode abrir uma nova seleção em 2020, pois não terá edital válido para suprir as carências de profissionais.

Além dos Bombeiros, o governo de Minas Gerais estuda novos concursos em 2020 para a Segurança Pública. A oferta em análise é para Polícia Civil, Polícia Militar e Secretaria de Administração Penitenciária.

+ Assine a Folha Dirigida e turbine sua preparação!

Último concurso Bombeiros-MG contou com seis etapas

O último concurso dos Bombeiros-MG teve a oferta de 500 vagas. Deste total, 465 foram para o curso de formação de soldados do quadro de praças combatentes, de nível médio, e 35 para o quadro de praças especialistas, de nível médio/técnico.

A seleção registrou 67.544 inscritos para as primeiras etapas. Eles foram avaliados em nove etapas: 

  1. Prova objetiva e redação;
  2. Exames médicos preliminares e complementares;
  3. Teste psicológico;
  4. Prova teórico/prática (para o quadro de especialistas);
  5. Teste de capacitação física, habilidades natatórias;
  6. Exame toxicológico.

A primeira fase foi composta por provas objetivas e redação. Os participantes tiveram quatro horas e 30 minutos para responder a 50 questões sobre Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Direitos Humanos, Química, Biologia e Física.

Já a prova de redação abordou tema contemporâneo de conhecimento geral, com valor de dez pontos. Somente foram corrigidas as 2 mil redações dos candidatos mais bem classificados e que obtiveram, no mínimo, 50% dos pontos atribuídos à prova objetiva.

Comentários