Folha Dirigida Entrar Assine

Educação de BH inicia escolha da banca do concurso com 213 vagas

Um novo concurso com 213 vagas para Educação de Belo Horizonte está com os preparativos em andamento, como a escolha da banca

A Prefeitura de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, prepara um novo concurso com 213 vagas para Secretaria de Educação. Desse total, 140 serão para professor de Educação Infantil, 54 para professor do primeiro e segundo ciclos do Ensino Fundamental e 19 para bibliotecário escolar.

Os dados constam no projeto básico do concurso, ao qual FOLHA DIRIGIDA teve acesso. Também conhecido como termo de referência, esse documento integra a escolha da banca organizadora e apresenta informações como vagas, cargos, escolaridades e estrutura de provas.

Para professor, o pré-requisito é ter o ensino superior completo que o habilite para o exercício no segmento. Isto é, Educação Infantil ou Ensino Fundamental. Os vencimentos são de R$1.898,10 e R$2.307,15, respectivamente.

Já para bibliotecário escolar a exigência é ter nível superior em Biblioteconomia e registro no Conselho Regional. Os salários são de R$2.573,03. O processo de escolha da banca do concurso já tem data para ser iniciado.

Os envelopes com as propostas de organizadoras serão abertos para apreciação, no próximo dia 5 de novembro. O aviso de licitação, na modalidade concorrência, foi publicado no Diário Oficial do Município de quinta-feira, 19. 

Secretaria de Educação de Belo Horizonte terá novo concurso
para efetivos (Foto: Prefeitura de BH)

 

Em geral, a instituição que propõe o melhor valor e atende aos requisitos é contratada. Após essa formalização, a banca ganha o direito de receber as inscrições do concurso e aplicar as etapas, como provas objetivas.

Desde janeiro, a seleção tem comissão organizadora. O grupo com nove servidores foi responsável por elaborar o edital, planejar, acompanhar e fiscalizar os documentos do processo.

O concurso Educação de BH tem como objetivo recompor o quadro de pessoal da Secretaria de Educação, enquanto estiver válido. Além das vagas imediatas, também será formado um cadastro de reserva.

+ Tenha a assinatura ilimitada Folha Dirigida!
Estuda e trabalha? Saiba como superar esse desafio

Concurso Educação de BH terá três etapas 

Os candidatos do concurso Educação de BH, conforme o projeto básico, serão submetidos a provas objetivas, provas discursivas e provas de títulos. Na primeira etapa, os exames terão 40 questões de múltipla escolha, sendo dez de Conhecimentos político-pedagógicos e 30 de Conhecimentos Específicos.

Já na prova discursiva, serão duas questões sobre temáticas especificadas no edital. Os classificados ainda terão seus títulos avaliados. Serão válidos documentos que comprovem especialização acadêmica, mestrado ou doutorado.

Segundo o projeto básico, as provas objetivas serão aplicadas no prazo de 30 dias após o encerramento das inscrições. Vale lembrar que os concursos de Minas Gerais ainda passam por análise do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que demora cerca de 60 dias entre a publicação do edital e o início da inscrição.

Em junho, ao ser questionada por FOLHA DIRIGIDA sobre um prazo para publicação do edital, a Assessoria de Imprensa Secretaria de Educação disse que isso só será definido após a contratação da banca.

Ano passado, a prefeitura chegou a formar comissão e abrir uma licitação para escolha da banca de concurso para professor de Educação Infantil. Esses trâmites foram revogados em função da mudança no nível de escolaridade do cargo. 

O último concurso para a carreira de professor para a Educação Infantil da Prefeitura de Belo Horizonte foi realizado em 2013. A banca organizadora foi a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). 

A seleção foi para formação de cadastro de reserva para vagas que surgiriam durante o prazo de validade da seleção. Os concorrentes foram submetidos em três fases: prova objetiva (conhecimentos didáticos pedagógicos e específicos); redação; e avaliação de títulos. Para concorrer, era preciso comprovar a conclusão do nível médio, na modalidade Normal.

+ Concurso Belo Horizonte-MG: contratação da banca está em planejamento

BH terá outro concurso para Educação em 2021

Em agosto, a capital de Minas Gerais confirmou a abertura de outro concurso para profissionais da Secretaria de Educação.

O anúncio foi feito pela titular da pasta, Ângela Dalben, em entrevista coletiva. De acordo com ela, a oferta será para os cargos de porteiro, cantineiro, faxineiro, entre outros.

A realização desse concurso é uma exigência do Ministério Público do Trabalho (MPT) para substituir os profissionais terceirizados. O edital, segundo o município, está previsto para ser divulgado em 2021.

“Na última segunda-feira, tivemos um avanço muito grande, um acordo vitorioso que definiu que haverá novo concurso em 2021, e também tivemos a ampliação do prazo para a substituição em um acordo exitoso assinado pela Prefeitura, o Ministério Público e o sindicato dos trabalhadores”, destacou a secretária.

Comentários