Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Conheça os candidatos à Prefeitura de BH

O voto, em uma democracia, é uma conquista do povo e deve ser usado com critério e responsabilidade. Com as eleições chegando, milhares de eleitores vão às urnas no dia 7 de outubro, para a escolha de um novo prefeito para a cidade de Belo Horizonte. Para ajudar nesta difícil decisão, FOLHA DIRIGIDA ouviu cinco candidatos à prefeitura, sobre as suas propostas para os quatro anos de mandato.  

O voto, em uma democracia, é uma conquista do povo e deve ser usado com critério e responsabilidade. Com as eleições chegando, milhares de eleitores vão às urnas no dia 7 de outubro, para a escolha de um novo prefeito para a cidade de Belo Horizonte. Para ajudar nesta difícil decisão, FOLHA DIRIGIDA ouviu cinco candidatos à prefeitura, sobre as suas propostas para os quatro anos de mandato. Entre as propostas mencionadas por Vanessa Portugal, Patrus Ananias, Tadeu Martins, Alfredo Flister e Maria da Consolação, destacam-se a realização de concursos públicos,  a valorização do servidor, a melhoria dos índices de qualidade do Ensino Infantil, a priorização da Saúde pública, uma estrutura melhor da mobilidade urbana, entre outros assuntos.

O candidato do PT, Patrus Ananias, destacou que seu objetivo de governo tem cinco desafios fundamentais que são prioridades na cidade. Segundo o candidato, a intenção é de reestruturar a Saúde pública, combater a Violência, garantir Educação, melhorar a mobilidade urbana e ter um foco especial em torno da infância e da juventude.

Já, Vanessa Portugal, do PSTU, ressaltou que a proposta de sua campanha é acabar com a terceirização e instituir concursos públicos para todas as carreiras, além de governar a cidade para que os trabalhadores possam ter os seus direitos garantidos. A candidata garante que, em seu governo, a contratação se dará única e exclusivamente por concurso público.

Por sua vez, um conjunto de governo articulado garantindo a participação das pessoas no cenário político da capital, está entre os motivos da candidatura de Maria da Consolação, representante do Psol. Segundo a candidata, implantar concursos públicos para garantir a permanência do servidor e priorizar a Educação, são os principais motivos de seu governo.

O candidato do PSH, Alfredo Flister, disse que seu programa é reorganizar os cargos públicos e valorizar o servidor para que este possa prestar serviços de qualidade. Além disso, uma de suas propostas é diminuir o número de secretarias e de cargos comissionados, de modo com que possam surgir mais oportunidades para os servidores concursados.

Por fim, Tadeu Martins, do PPL, revelou que as áreas de Educação e Saúde são as principais metas de sua carreira. O candidato também tem em mente o foco na valorização do servidor público e um de seus principais objetivos é acabar com os cargos terceirizados e de confiança e reforçar, via concurso, o quadro de funcionários da prefeitura.
 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações