Folha Dirigida Entrar Assine

Sem concurso em 24 estados, BB lidera lista de reclamações

Em ranking, o Banco do Brasil liderou as reclamações de clientes. Tradicional concurso BB para escriturário é aguardado.

O Banco do Brasil liderou o ranking de reclamações de clientes do último trimestre de 2018. Os dados, divulgados pelo Banco Central, levam em conta os bancos que têm mais de quatro milhões de clientes em sua base.

Para o secretário de assuntos jurídicos do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, João Fukunaga, que também é bancário do BB, a informação não causa espanto e tem relação com a falta de concursos públicos no BB.

"Infelizmente esse ranking não causa nenhuma surpresa. A primeira posição do BB reflete o sucateamento dos canais físicos do banco praticado nos últimos anos e a priorização do atendimento virtual, em um país onde parcela considerável da população não está familiarizada com a tecnologia do internet banking e mobile banking”, disse.

Segundo o sindicato, nos últimos dois anos o banco cortou 10 mil vagas de escriturários, por meio de dois planos de demissão voluntária (Programa de Aposentadoria Incentivada  - PAI, em 2016, e Programa Extraordinário de Aposentadoria Incentivada - PEAI, em 2017), e encerrou as atividades de 670 unidades bancárias. Além disso, não abriu concursos públicos.

Em seis anos foram divulgados dois editais: um para o Nordeste, em 2015, e outro para Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal, este último com alterações significantes, que priorizavam funcionários com mais conhecimento em Tecnologia da Informação do que Conhecimentos Bancários.

Sindicato reforça falta de pessoal e necessidade de concurso

Evidenciando a falta de pessoal, o Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (Seeb-RO), recebeu uma visita do novo superintendente do Banco do Brasil em Rondônia e Acre, Gustavo Arruda. 

Na ocasião, o Seeb-RO cobrou uma solução para a questão dos mais de 90 cargos existentes nas agências do BB em Rondônia, o que, levando em conta o atual quadro de funcionários, é considerado alarmante e preocupante.

Segundo o sindicato, o superintendente afirmou que não vai medir esforços para repor essas vagas não preenchidas, e que isso será uma questão pessoal dele, em solucionar esse problema, que influencia diretamente na rotina dos trabalhadores e no atendimento ao público. A região não tem edital válido e, por isso, precisa de novo concurso para preencher vagas.

Concurso Banco do Brasil (Foto: Divulgação)
Banco do Brasil cortou 10 mil vagas, segundo sindicato (Foto: Divulgação)

Tradicional concurso BB ainda é esperado

Apesar de ter publicado no ano passado um novo edital de concurso público, os concurseiros interessados em ingressar no banco ficaram com 'gostinho de quero mais'. Isto porque o concurso Banco do Brasil de 2018 selecionou para o cargo de escriturário, mas com estrutura das provas e conteúdos programáticos diferentes dos modelos das seleções anteriores.

Neste concurso foram cobradas, na parte de Conhecimentos Específicos, 25 questões de Informática e apenas cinco de Conhecimentos Bancários. Para comparação, no concurso de 2015, penúltimo do banco, a parte de Conhecimentos Específicos cobrou apenas cinco questões de Domínio Produtivo da Informática e dez de Conhecimentos Bancários, além de:

  • Cultura Organizacional: 5 questões
  • Técnicas de Vendas: 10 questões
  • Atendimento: 10 questões
  • Língua Inglesa: 5 questões.

Na época, muitos candidatos questionaram se as vagas oferecidas de escriturário seriam realmente para área de atendimento ou para Tecnologia da Informação. A resposta do então diretor de Gestão de Pessoas, Caetano Minchillo, foi que os selecionados podem atuar em "qualquer dependência do banco", podendo, portanto, não serem lotados apenas em agências. 

As unidades físicas, portanto, seguem com déficit de pessoal. Para piorar, não há concurso válido para 24 estados. O edital de 2015 perdeu validade em dezembro de 2017. A seleção contou com vagas no Nordeste, nos estados de Pernambuco, Ceará, Sergipe, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte. 

O único concurso válido para o BB atualmente é o aberto no ano passado, para Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília. Este edital está válido até 4 de julho deste ano, podendo ser prorrogado por mais um ano. Procurado pela reportagem da FOLHA DIRIGIDA, o banco informou que não há previsão para a publicação de novos editais.

Como voltar a estudar para concurso em 2019?



Comentários