Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Programa sofreu poucas mudanças, afirma especialista

A contratação do Cespe/UnB para organizar o concurso para técnico e analista do Banco Central (BC) deixou em suspense milhares de concurseiros que já vinham se preparando há meses para a seleção, tendo como base o último concurso para os cargos, realizado em 2009 pela Fundação Cesgranrio. Porém, o edital divulgado no último dia 16 trouxe menos mudanças do que temiam especialistas e futuros candidatos. “As mudanças foram bem pequenas se levarmos em consideração que a banca anterior era a Cesgranrio e a atual é o Cespe/UnB, bancas com funcionamentos e características bem distintas”, avaliou o diretor pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella.

A contratação do Cespe/UnB para organizar o concurso para técnico e analista do Banco Central (BC) deixou em suspense milhares de concurseiros que já vinham se preparando há meses para a seleção, tendo como base o último concurso para os cargos, realizado em 2009 pela Fundação Cesgranrio. Porém, o edital divulgado no último dia 16 trouxe menos mudanças do que temiam especialistas e futuros candidatos. “As mudanças foram bem pequenas se levarmos em consideração que a banca anterior era a Cesgranrio e a atual é o Cespe/UnB, bancas com funcionamentos e características bem distintas”, avaliou o diretor pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella.
Assine e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida
OU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações