Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Prazo aberto para técnico e analista! Qual é a sua dúvida?

O Banco Central (BC) recebe, desde as 10h desta quinta-feira, dia 22, as inscrições do concurso para 500 vagas (32 reservadas a pessoas com deficiência), sendo 100 de técnico, de nível médio, com remuneração inicial de R$5.794,30, e 400 de analista, de nível superior, com iniciais de R$14.662,24 (valores a partir de janeiro de 2014, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373). O prazo para se candidatar vai até as 23h59 do dia 9 de setembro. A seleção tem provas objetivas e discursiva previstas para 20 de outubro, inclusive, no Rio de Janeiro. 

O Banco Central (BC) recebe, desde as 10h desta quinta-feira, dia 22, as inscrições do concurso para 500 vagas (32 reservadas a pessoas com deficiência), sendo 100 de técnico, de nível médio, com remuneração inicial de R$5.794,30, e 400 de analista, de nível superior, com iniciais de R$14.662,24 (valores a partir de janeiro de 2014, incluindo o auxílio-alimentação, de R$373). O prazo para se candidatar vai até as 23h59 do dia 9 de setembro. A seleção tem provas objetivas e discursiva previstas para 20 de outubro, inclusive, no Rio de Janeiro. As vagas são para atuação em Brasília, São Paulo, Belém, Porto Alegre e Salvador. O candidato deverá indicar, já no ato da inscrição, em qual cidade deseja trabalhar. O edital prevê a possibilidade de transferência após três anos no exercício do cargo.
 
As vagas de técnico estão distribuídas pelas áreas de suporte técnico-administrativo e segurança institucional, e as de analista, por seis áreas distintas. Independentemente da área escolhida, é necessário apenas o ensino médio completo para técnico, e a formação superior em qualquer área para analista. As contratações no BC são pelo regime estatutário, proporcionando estabilidade, e a carga de trabalho é de 40 horas semanais. No caso de técnico da área de segurança institucional, os servidores poderão ter que atuar em regime de escala ou turnos, com revezamento, em horário diurno ou noturno, inclusive, nos finais de semana. Para esse, é preciso também disponibilidade para viagens.
 
Além das provas objetivas e discursivas, os candidatos terão que passar por avaliação de títulos, no caso de analista, e programa de capacitação, que será realizado em Brasília. O concurso terá validade de nove meses, podendo dobrar, e segundo fonte, a nomeação dos classificados, dentro do número de vagas, está prevista para o primeiro trimestre do ano que vem. As inscrições são feitas no site do organizador do concurso, o Cespe/UnB. A taxa é de R$70 para técnico e de R$120 para analista, podendo ser paga até o dia 20 de setembro. Os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal de até R$2.034 ou renda familiar mensal de até R$339 por pessoa, poderão solicitar a isenção da taxa durante todo o prazo de inscrição.

Retificação - Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última quarta-feira, dia 21, uma retificação do edital de abertura. Foram feitos ajustes, entre outros, na tabela de prova para analista e na que determina a quantidade de provas discursivas a serem corrigidas para o mesmo cargo.
 
Entrevista - Nos próximos dias a FOLHA DIRIGIDA fará uma entrevista exclusiva com Nilvanete Ferreira da Costa, chefe do Departamento de Gestão de Pessoas (Depes) do Banco Central, que até dia 9 de setembro segue com prazo aberto no concurso para 500 vagas de técnico e analista. Você, que já se inscreveu ou ainda pretende se inscrever, tem alguma dúvida sobre a seleção? Mande sua pergunta pra gente! Ajude-nos a fazer mais essa pauta... Deixe suas perguntas nos comentários dessa matéria!
 
Serviço 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações