Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Congresso avalia mudança de requisito para técnico do BC

O Congresso Nacional deverá votar até esta terça-feira, dia 20, o veto presidencial à proposta de alteração da escolaridade exigida para o ingresso no cargo de técnico do Banco Central (BC).

O Congresso Nacional deverá votar até esta terça-feira, dia 20, o veto presidencial à proposta de alteração da escolaridade exigida para o ingresso no cargo de técnico do Banco Central (BC). A alteração, de nível médio para nível superior, é uma reivindicação da categoria e caso o veto presidencial não seja derrubado somente deverá ser proposta novamente no próximo ano. Com mais de 2 mil cargos vagos, o BC também deverá voltar a ter, no início do próximo ano, solicitação de concurso, além de técnico (de nível médio, com remuneração inicial de R$6.150,36), para analista (nível superior; R$15.461,70) e procurador (superior em Direito; R$17.788,33).

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações