Concurso Banco Central 2017/2018: nova escolaridade de técnico gera controvérsia

Até o próximo dia 10, o presidente Michel Temer irá vetar ou sancionar a elevação da escolaridade de técnico, hoje de nível médio, para nível superior, conforme aprovado pelo Congresso Nacional no início deste mês.

Até o próximo dia 10, o presidente Michel Temer irá se posicionar com relação a um tema que poderá afetar diretamente o futuro de quem planeja participar do próximo concurso do Banco Central (BC) para o cargo de técnico (concurso Banco Central 2017/2018). A data, é o prazo para o chefe do Executivo federal vetar ou sancionar a elevação da escolaridade do cargo, hoje de nível médio, para nível superior, conforme aprovado pelo Congresso Nacional no início deste mês.

Alteração poderá impactar novo concurso

 
 

Cadastre-se e tenha acesso completo ao conteúdo do Folha Dirigida

Comentários