Folha Dirigida Entrar Assine

Notícia principal

Concurso Assembleia-TO depende de aprovação do plano de cargos

Concurso Assembleia-TO depende de aprovação do plano de cargos

Concurso da Assembleia Legislativa do Tocantins, previsto para agosto, depende de novo plano de cargos e salários.

O concurso público para a Assembleia Legislativa do Tocantins (ALE-TO), aguardado desde 2018, depende da aprovação do novo Plano de Cargos e Salários do órgão. O documento precisou ser readequado por uma comissão responsável e foi encaminhado para votação no plenário.

As informações são da Coordenadoria de Administração de Pessoal. Ainda não se sabe quando o PCS entrará na pauta. Assim que votado e aprovado, os preparativos para divulgação do edital serão continuados. A previsão é que abertura do concurso ocorra até agosto deste ano.

Esse foi o prazo estabelecido pela Justiça, por meio da  2ª Vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas, no ano passado. A ALE-TO deverá chegar a proporção de 50% de comissionados em relação aos efetivos no seu quadro de pessoal. De acordo com dados do Ministério Público do estado, há um total de 1.635 cargos em comissão. 

Concurso Assembleia-TO: órgão tem mais um ano para publicar edital

Os cargos oferecidos poderão ser os mesmos do edital de 2016, que foi anulado, mas o órgão ainda não divulgou a relação oficial do próximo concurso. A seleção anterior ofereceria 130 vagas em todos os níveis de escolaridade, incluindo provimento imediato e formação de cadastro de reserva. A oferta de vagas, dependendo da disponibilidade orçamentária, poderá ser superior por causa de vacâncias e aposentadorias.

Foto: Divulgação/ Assembleia Legislativa-TO)
Assembleia-TO tem déficit superior a 100 cargos
(Foto: Divulgação/ Assembleia Legislativa-TO)

Iniciais da Assembleia-TO chegam a R$25 mil

O concurso aberto em 2016 pela ALE-TO foi suspenso logo no dia seguinte à abertura das inscrições, no dia 20 de outubro, pois a legalidade no processo de escolha da banca foi questionada. Poucos meses depois, em dezembro, a seleção foi anulada. A empresa escolhida era a Funrio.

Concurso Aleto-TO 2016 é anulado

No nível médio o edital trazia 26 vagas, todas para assistente legislativo. O inicial era R$5.190,06. Outras 13 vagas eram destinadas a carreira de assistente legislativo especializado, de nível médio/técnico, com inicial de R$5.767,72. Neste caso, as oportunidades eram para as áreas de:

  • Assistência Técnica em Áudio
  • Contabilidade
  • Enfermagem
  • Segurança do Trabalho
  • Audioeditoração
  • Cinegrafia
  • Fotografia
  • Locução
  • Manutenção em Informática
  • Operação de Computadores
  • Programação de Computadores

Quer iniciar os estudos para concursos em 2019?

Veja dicas de preparação e mais

Outras 33 vagas eram de nível superior, das quais seis para o cargo de procurador jurídico, que exige graduação em Direito e inscrição na OAB. Conforme dados de outubro de 2016, o vencimento inicial é de R$25.406,66.

As demais 27 oportunidades eram para áreas de Administração, Análise de Sistemas, Assistência Social, Cerimonial, Contabilidade, Auditoria de Controle Interno, Economia, Enfermagem, Jornalismo, Psicologia, Relações Públicas, Revisão (Letras), Jurídica Parlamentar (Direito), Medicina, Odontologia, Pedagogia e Publicidade. Todas com vencimento de R$7.741,53.






Comentários


NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações