Concurso Araruama-RJ: CREA e Coren contestam salários oferecidos

O Crea-RJ e o COREN-RJ se manifestaram contra os salários oferecidos a profissionais graduados no concurso Araruama-RJ.

O edital do concurso Araruama-RJ mal foi publicado e já está causando polêmica. Esta semana o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Rio de Janeiro (Crea-RJ) e o Conselho Regional de Enfermagem (COREN-RJ) contestaram os salários oferecidos a profissionais graduados, de suas respectivas categorias.

As remunerações, tanto para engenheiros, quanto para enfermeiros é de apenas um salário mínimo, R$998. A carga de trabalho é de 20 horas semanais para enfermeiros e de 40 horas por semana para o cargo de engenheiro civil.

O Crea-RJ enviou ao gabinete da prefeitura um ofício, onde alertava que o valor oferecido aos profissionais está em desacordo com a lei. A informação foi confirmada pela Assessoria de Imprensa do conselho.

De acordo com o documento do Crea-RJ, o salário mínimo de um engenheiro diplomado é de R$5.998, para seis horas. O presidente do Crea-RJ pediu ainda, que a prefeitura faça a devida alteração no edital.

Depois do Crea-RJ, foi a vez do Coren-RJ se manifestar, pelos mesmos motivos. O Conselho de Enfermagem publicou uma nota de repúdio em seu site.

“O Coren-RJ repudia veementemente a má conduta do município de Araruama, que se mostra deplorável e insensível com a classe trabalhadora da enfermagem. É um abuso propor um concurso público para que se trabalhe por um salário de R$ 998 tanto enfermeiros (20h semanais) quanto técnicos de enfermagem (44h semanais)”, diz o texto.

Ainda de acordo com a publicação, a Lei Complementar 103/2000 não obriga os municípios a cumprirem o piso salarial estadual. Dessa forma, as prefeituras ficam livres para estipular o valor da remuneração dessa categoria de profissionais. 

FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com a prefeitura para saber qual é seu posicionamento diante das críticas, mas, até o momento não obteve retorno. Alguns candidatos também criticaram os valores das remunerações nas redes sociais.

“Uma vergonha esse concurso que não chega a pagar nem a metade do piso salarial do profissional”, disse uma seguidora em resposta à publicação feita pela prefeitura no Facebook.

Prefeitura de Araruama
Apesar das críticas, prefeitura ainda não se manifestou sobre o ocorrido
(Foto: Reprodução/Facebook)

Inscrições para o concurso Araruama-RJ já estão abertas

O concurso para a Prefeitura de Araruama, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, oferece 1.918 vagas para cargos de todos os níveis de escolaridade.

O primeiro edital apresenta 329 vagas para o nível fundamental incompleto (antiga 4ª série) e 57 para o nível fundamental completo (antiga 8ª série). Já para o nível médio e médio/técnico a oferta é de 913 vagas e 619 para os que possuem o nível superior. 

O segundo edital apresenta 100 vagas para a função de guarda municipal. Os destaques do concurso são as vagas para guarda municipal (100 vagas) e oficial administrativo I (147). A exigência para ambas funções é o nível médio completo.

Para o nível fundamental, as ofertas são boas em relação ao número de vagas para os cargos de auxiliar de disciplina e merendeira, com 50 e 100, respectivamente. Mas, a maior oferta deste concurso é para a carreira de professor, que oferece 801 oportunidades. 

A remuneração vai variar, de acordo com a função a ser exercida pelo candidato. Os valores ficam entre R$998 e R$2.194,87 mensais. O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade empregatícia ao servidor.

+ Veja a distribuição completa das vagas oferecidas no concurso Araruama-RJ

Os interessados podem se candidatar, no site do Instituto INCP, organizador, até o dia 16 de agosto. É preciso ficar atento, pois há dois links de inscrição disponíveis: um para as 1.818 vagas e outro para as 100 vagas de guarda municipal.

Para formalizar a candidatura, será preciso efetuar o pagamento de uma taxa de inscrição. O valor será de R$50 para nível fundamental, R$65 para o nível médio e R$90 para o nível superior.

Prepare-se para o concurso Araruama-RJ

Provas objetivas serão realizadas em diferentes datas

As provas objetivas do concurso Araruama-RJ estão marcadas para o fim de setembro e início de outubro. As avaliações serão aplicadas em diferentes turnos. Veja:

  • Dia 28 de setembro — Tarde: agente de serviços gerais leves; auxiliar de disciplina; e maqueiro;
  • Dia 29 de setembro — Manhã: merendeira; vigia; cuidador; instrumentador cirúrgico; técnico em Raio X; técnico em Higiene Dental; técnico em Laboratório; e secretario escolar;
  • Dia 29 de setembro — Tarde: professor II – Magistério (Zona urbana/ Rural); artífice especializado – jardineiro e Pedreiro; coveiro; monitor de transporte escolar; motorista (operador de máquinas);  motorista categoria “B”; e motorista categoria “D”;
  • Dia 5 de outubro — Tarde: oficial administrativo;
  • Dia 6 de outubro — Manhã: técnico em Enfermagem; orientador pedagógico; orientador educacional; pedagogo; e professor I;
  • Dia 6 de outubro — Tarde: assistente social; biólogo; dentista; enfermeiro; engenheiro civil; farmacêutico; fonoaudiólogo; médicos (todas as especialidades); nutricionista; orientador Social; psicólogo; e terapeuta Ocupacional.

A avaliação terá caráter eliminatório e classificatório. Os candidatos terão três horas para responder 40 questões de múltipla-escolha. O conteúdo do exame vai variar, de acordo com o cargo.

Serão cobradas questões de Língua Portuguesa, Matemática (Raciocínio Lógico) e Conhecimentos Gerais/locais a todos. Para alguns cargos podem ser cobrados itens de disciplinas específicas, como Legislação Municipal, Noções de Saúde Pública, Conhecimentos Básicos de Informática e Conhecimentos Pedagógicos.

enlightenedTenha acesso a materiais exclusivos de preparação para concurso

Além das avaliações objetivas, os concorrentes aos cargos do Magistério passarão por uma avaliação de títulos. Segundo consta no cronograma do concurso, os documentos para análise deverão ser encaminhados entre os dias 21 e 24 de outubro.

Já os candidatos às vagas da guarda civil passarão por seis etapas de avaliação: prova objetiva, teste de aptidão física, avaliação psicológica, avaliação médica, investigação social e curso de formação.

Para esses concorrentes a prova objetiva será aplicada no dia 6 de outubro. Serão exigidos itens de: Língua Portuguesa (10), Matemática — Raciocínio Lógico (10), Legislação Municipal (10) e Conhecimentos Específicos (10).

Como estudar à noite para concursos públicos?