Concurso AL AP é suspenso devido ao Coronavírus

Decisão foi assinada nesta terça-feira, dia 24.

O presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputado estadual Kaká Barbosa, assinou, nesta terça-feira, 24, o edital que suspende o concurso que oferecia 129 vagas de níveis médio e superior, com contratação imediata.

A última etapa do processo ocorreu em fevereiro deste ano, com a aplicação das provas, e participação de mais de 36 mil candidatos. A próxima etapa do concurso seria a publicação do resultado das provas objetiva e discursiva, no dia 1º de abril.

As provas objetivas foram compostas pelas disciplinas de Português, Raciocínio Lógico Matemático, Geografia e História do Amapá, Conhecimentos Específicos. O número de questões por área foi variável conforme a vaga em disputa.

Apenas os participantes a auxiliar legislativo realizaram, no mesmo dia, exames discursivos (redação).

O concurso para AL AP ficará válido por dois anos, com chance de prorrogação por mais dois. Nesse período, a Assembleia poderá convocar aprovados para suprir a carência de servidores por aposentadorias, mortes, exonerações ou desligamentos em geral.

Mais um concurso foi suspenso por conta da pandemia do Coronavírus
Legenda

 

Concurso AL AP tem oferta superior a 100 vagas

A Assembleia Legislativa do Amapá publicou, em agosto de 2019, o edital do concurso AL AP para área de apoio. A oferta é de 129 vagas para carreias de níveis médio, técnico e superior, com remunerações de até R$12.395.

Para nível médio, as oportunidades são para auxiliar operacional e auxiliar de transporte. No nível médio/técnico, as chances são para assistente administrativo, assistente de operações, assistente de segurança, assistente de registro de imagens, assistente legislativo, assistente de contabilidade e assistente de informática.

Os cargos de nível médio e técnico têm salários variáveis de R$4.798,34 a R$6.064,45, incluído o valor do auxílio-alimentação de R$1 mil.

Já os graduados puderam se inscrever a técnico legislativo, assessor jurídico legislativo, administrador, biblioteconomista, psicólogo, assistente social, pedagogo, enfermeiro, contador, economista, técnico de controle interno.

Há ainda vagas para comunicador social, administrador de rede e telecomunicações, desenvolvedor de banco de dados, desenvolvedor de sistemas, técnico de segurança da informação e procurador.

Os ganhos variam de R$11.128,90 a R$12.395,01, de acordo com a função. O auxílio-alimentação está somado, no valor de R$1 mil.